Zorzi analisa momento do Brasil em busca “de nova identidade”



Andrea Zorzi fez uma análise dos favoritos ao título da Liga Mundial 2014. O ex-jogador italiano, que viaja o mundo para comentar as principais competições para a FIVB, citou o Brasil em sua lista, ao lado de Rússia, Itália e Estados Unidos, colocando um grupo com Bulgária, Sérvia, França, Argentina e Irã abaixo.

Vejam o que ele escreveu sobre o Brasil, que perdeu três dos primeiros quatro jogos:

– O Brasil passa pela transição de uma geração e ainda não encontrou sua nova identidade. Eles podem contar com jogadores com muita experiência, como Murilo, Bruno, Lucão e Vissotto, mas a introdução de novos jogadores estão sendo lenta, principalmente se considerarmos a grande pressão que brasileirão irão sofrer pela Olimpíada de 2016 acontecer no Rio de Janeiro. Comparando com o time que dominou o mundo de 2002 a 2010, esses jovens continuam mostrando determinação, mas eles não têm a intensidade e fluidez de jogo do Brasil de Giba e Ricardinho, um dos mais bonitos da história do vôlei.

Concordam?

 

 

 

 

 



  • Marcelo

    Onde esta a novidade? A realidade é que o brasil nao tem renovacao e os torcedores loucos tambem a querem com caras de 35 anos na quadra.

  • Danilo

    Repor peças nunca é facil. Acostuma-se muito com determinado jogador durante 5 anos mandando muito bem em uma posicao e esquece-se de preparar o proximo, porque no final dos cinco anos, levamos mais dois ou tres para achar substituto. Ricardinho foi um grande mestre, porque observava outro grande mestre Mauricio. Quando o titular absoluto saiu, o eterno reserva estava mais que preparado. Diferente do sucessor do Ricardinho, Bruno praticamente não ficou tempo suficiente na reserva para ter uma bagagem, hoje em dia oscila no poder decisao e escolha na hora do aperto. Jogar com bola na mão e ponteiros inspirados é facil para qualquer levantador, o problema é jogar com a bola na linha dos tres, bloqueio alto do outro lado e atacantes nao decisivos, fintas, artimanhas e malandragem na hora do sufuco só que é mestre mesmo. Quanto aos atacantes passamos pelo mesmo problema, nao me lembro de nenhum jogador com a velocidade do Giba na bola chutada na ponta ou na pipe. Enfim, vamos esperar e torcer para que esse siglo amadureça e que Rapha incomode a um ponto que seja possivel fazer do aluno um mestre. O que precisamos é de tempo e uma boa gestao de mudança, mesmo com peças preciosas, precisamos trabalhar as mais novas.

    • Marcelo

      Bota Ricardinho no auge com estes atacantes e no volei de potencia de hoje e nao ganha NADA. Acorda pessoas pelo amor de deu. O volei hoje é potencia fisica, é impulsao. Ainda mais o levantador nao é decisivo em nada.

      • Danilo

        Coloca lutadores de MMA para jogar volei ou entao coloca um Juvenil na posicao de levantador, simples assim. Para que finta, segurar o bloqueio e dar velocidade de saida na bola… nao sei se vc ja jogou na posicao de levantador, mas quem define a velocidade dos atacantes a finta correta pra segurar o bloqueio é o levantador. Ricardinho ou Mauricio, com atacantes lentos nao resolveriam mas dariam trabalho aos bloqueadores. O que falta no Brasil é um cara na posicao que no momento de aperto consiga fazer os jogadores se movimentarem em quadra, confundir o bloqueio adversario, lembro bem como Ricardinho fazia o Giba vir ate quase no meio de rede atacar uma bola linda, onde o bloqueio todo subia com o Meio de rede…….

        • Marcelo

          Oh senhor kkk ao brasil nao faltam levantadores!!!! Faltam atacantes novos e bons! Entende?

        • Marcelo

          Inclusive os levantadores que voce citou nao somente jogavam com os melhores atacantes do Mundo mas tambem com passe na mao o tempo tudo!!

        • lucoelho

          Até concordo que falta ao Brasil ponteiros de definição (a posição de oposto nao me parece tão critica – Walace/Vissoto dão conta do recado). Mas pelo amor de deus, dizer que o levantador não é decisivo em nada é ignorar demais o funcionamento do vôlei. Você pode pegar pela superliga, onde o Minas – que teve problemas durante toda a temporada tanto na posição de oposto quanto na de ponteiros – conseguiu permanecer entre os 4 melhores clubes do país muito em função da qualidade e da inteligencia do Marcelinho. Coloque o melhor oposto do mundo para bater bolas baixas, coladas na rede e com bloqueio triplo que ele vai tomar toco toda hora.

          A pressão em cima do Bruninho é boa, pode fazer aflorar o melhor jogo dele. O Rapha incomoda de um jeito que nem o retorno do Ricardinho (já longe do auge da forma, e jogando bem menos do que a seleção merecia) e nem a presença do Wilian incomodaram. E essa rivalidade é saudavel para a seleção brasileira.

          Mas claro, claro, precisamos recupera o Murilo, achar uma formação de ponteiros que consiga virar bola e nao comprometa a recepção, ter ponteiros reservas para momentos de crise… Ninguém está negando todo o trabalho que precisa ser feito e que é complementar a preparação do levantador. Mas seja o volei físico ou técnico, o levantador continua sendo uma função única e fundamental para a fluência do jogo.

  • Emerson

    Concordo plenamente. Não existe ou existiu levantador igual ao Ricardinho, jogava fácil, ótima visão, raça e talento mais que depurado.
    Atualmente o Brasil não tem ponteiros, Lucarreli só joga com levantadores bons, se pega um mediano perdi no rendimento, quero ver encarar triplo com a bola no teto. Igual a Giba, Nalbert e Giovani será difícil. Acho complicado a situação do Murilo. Se formos ver os últimos casos de cirurgia no ambro, ninguém conseguiu voltar a ser o era antes, Nalbert, Samuel entre outros estão na lista. Mário Jr não é bom líbero, só joga SL, Serginho faz muuuuuuita falta, bota medo nos adversários, monstro na posição a anos, tanto que os líberos de Cuba e Polônia o admiram.

  • Clécio

    o problema dessa seleção de 2014 é que o time não se encontrou e o Bernardinho insistentemente teima em não deixar que as coisas aconteçam naturalmente,que é o Rapha ser titular.

    • Marce

      Ainda com o levantador? O torcedor brasileiro realmente nao entende nada incrivel kkk

      • Danilo

        Não acho que o Rapha seja a solução, vejo ele como um estimulo talvez. Mas se o problema fosse apenas ali, os problemas seriam resolvidos bem mais facil

  • Marcelo

    O torcedor brasileiro é assim fixado que nem entende que a frase de Zorzi foi metafora para uma interia generacao e ainda continua falando do levantador kkk O levantador nao muda NADA hoje sem atacantes de nivel. E pessoas querendo renovar com caras de 35 anos para fazer a fim de Ricardinho e Giba em Londres. Sem palavras kkkk

    • Danilo

      Como disse: Acostuma-se muito com determinado jogador durante 5 anos mandando muito bem em uma posicao e esquece-se de preparar o proximo, porque no final dos cinco anos, levamos mais dois ou tres para achar substituto.

  • Bruno Reipert

    Os efeitos do seu texto elogiando a Carol acometeram um outro blogueiro-fofoqueiro, e que falou mal da menina sem justificativa. Ele fez um texto mostrando o desespero e descontentamento com os comentários desfavoráveis às lorotas que ele escreveu. E pode ter certeza que a Fabíola Reipert do vôlei leu o que vc escreveu e ficou #chateado… rsrsrs

    • Murilo

      comentário perfeito!

  • Caco

    Concordo plenamente com o que ele disse!
    Giba, Ricardinho, Gustavo e André Nascimento eram muito melhores do que esses jogadores que aí estão. Porém, o tempo chega para todos e precisamos apoiar os novos talentos.

  • Danilo

    O que mais me assusta entre todas as posicoes, é o libero. Um seleção nao pode ser dependente de um unico atleta, mas no caso do libero estamos na mao do serginho, os dois que foram… pelo amor de Deus !

  • Daniel_Sam

    Realmente, não devemos ficar tacando tudo nas costas dos atuais levantadores, porém , para defendê-los jamais devemos falar dessa forma do Ricardinho e do Giba, os caras foram mesmo fora de série e muito acima da média. o Ricardinho foi Gênio da posição, não tratem suas conquistas com desdém, mas por outro lado, também não adianta ficar comparando-o com os atuais , pois ele não voltará, nos resta torcer pelos atuais jogadores de todas as posições e “se” formos comentar, devemos tomar cuidado nas críticas para que as mesmas sejam coerentes, e por favor lembrando sempre…

    Para enaltecermos uns não devemos(nem precisamos) jogar pedras em outros…

    Por favor torcedores, vamos ser unidos pelo volei Brasileiro. POR FAVOR.

  • Mari

    Gente, por favor, parem com essa perseguição contra o Bruninho!!! Ele não tem culpa da seleção estar com ponteiros tão ruins e o Murilo infelizmente não ser mais o mesmo!!! Mas dos 4 jogos que eu vi até agora, o pior do Brasil é o Mario Jr. Nunca vi um libero conseguir jogar tão mal 4 jogos seguidos! Por favor, Serginho, volta pra seleção!!

    • Mister Volei

      Serginho voltará, segundo outro blogueiro a comissão técnica da seleção já está preparando a sua volta, nos bastidores, para o mundial pois até eles já perceberam que do jeito que está o Brasil não terá nenhuma chance no mundial.

  • Rodrigo

    O pessoal não consegue interpreta ai já volta no Bruno esse mesmo zorzi não cansa de elogia o Bruno inclusive votando nele na eleição vencida pelo Bruno de melhor levantador do campeonato italiano.

  • Edu

    Já andava desconfiando mas tenho quase a convicção que vivemos fase próxima a pós 92 de Barcelona, tanto no feminino, como no masculino. Tínhamos, particularmente no masculino, uma geração talentosa com alguns remanescentes da chamada geração de prata com uma enorme técnica de voleibol mesclada aos jovens talentos que se destacavam principalmente pela força e ganaque explodiram na campanha de Barcelona.Uma dosagem, todavia, em 1996, que não conseguiu obter exito, pelo comprometimento físico de alguns jogadores e a então inexperiência dos novos valores.Resultando numa campanha insuficiente ,um estagio necessário de evolução de aprendizado para a reconquista da vitória olímpica.

  • Marcelo

    Realmente Zorzi sempre disse em entrevistas e continua dizendo que os únicos jogadores que prestam hoje no Brasil são Bruninho e Lucao.
    Mas este não é o discurso agora …. vamos ver os fatos!
    Bruno fez sua primeira temporada (ou melhor,meia temporada) na Itália e já ganhou o prêmio de melhor levantador do campeonato italiano.
    Aqui pessoas continuam dizendo que ele não sabe levantar para as pontas (algo devem dizer para avaliar a teoria da culpa do levantador né) …bom Bruno ganhou esse prêmio levantando os 80% para as bandas do Modena, porque eles foram os únicos jogadores fortes na equipe este ano.
    Então o que? O que estamos falando? Pode não ser a melhor bola dele
    mas ele sim sabe levantar para as bandas se eles sao pelo menos decentes!, Ele fez um festival de pipe no Modena!
    De outro lado…essa temporada o que fizeram os atacantes da selecao no Brasil? Sabemos a resposta.
    Raphael também é muito bom levantador mas já tem 35 anos! (William em vez a nível internacional não da mesmo) .
    Definitivamente o problema do Brasil não é o levantador , é suficiente ver os fatos.

  • Rodrigo

    Eu tenho a minha opinião levantador tem q ser campeão no clube e na seleção todos falam do Ricardinho mais o q ele ganhou em clube nada em Modena passou 8 anos e não conseguiu passa das quartas de final e olha q lá era só jogador top depois passou 2 anos em na poderosa sisley Treviso a mesma coisa não passava das quarta, levantador pra mi é Ball ganhou títulos por todos os clubes e seleção, Nikolai gribc a mesma coisa, Ricardinho ganhou Superliga, italiano, liga dos campeões. Mutlito obrigado mais eu prefiro outros.

    • manu

      Ricardinho injustamente levava o mérito praticamente sozinho de uma seleção mega talentosa. A imprensa é a maior culpada por essa injustiça. Porque Giba, Dante, Gustavo e Serginho nunca levaram titulo de “Gênio”.
      Brasileiro acha que levantador ganha sozinhos. O proximo “gênio” é o “Mago” Willian, que é outro que acham que ganha jogo sozinho.

  • manu

    Isso é obvio, mas o problema é que ninguém vive de passado. Sim aquela ´seleção é a melhor do Brasil de todos os tempos, e o que temos agora não chega aos pés dele.
    A imprensa Brasileira criou erroneamente na cabeça do torcedor que o problema da seleção era o Bruno, que fora isso o resto era perfeito e estava resolvido.
    Só que o problema é bem mais embaixo e não temos talento surgindo. O problema é tão grave que os”entendidos” juram que um jogador de mais de 35 anos e a salvação da lavoura. Um jogador de 35 anos que nunca foi nível de seleção ou muito tem uma carreira vitoriosa fora do Brasil.
    Nosso futuro é negro. Acho que graças ao Bernardo essa seleção continua disputando nas cabeças, porque de talento comparado com os outros nem chega perto. Imagina o Bernardo treinando a seleção da Polonia onde esse time ia chegar?

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo