Zé Roberto é eleito o técnico do ano pelo COB



O COB acaba de anunciar que José Roberto Guimarães é um dos técnicos do ano, repetindo a conquista de 2008.

Ele receberá uma homenagem durante a cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, no dia 18 de dezembro, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.  O outro agraciado na categoria é Marcos Goto, treinador do ginasta Arthur Zanetti.

Conhecendo o meu eleitorado no blog, sei que muita gente aqui vai reclamar, sapatear e contestar. É a democracia.

Na minha modesta opinião, acho justíssimo homenagear um técnico que é tricampeão olímpico. Ninguém ganha três ouros na Olimpíada por acaso.

Zé tem muito mérito por ter montado a geração que venceu em Pequim com sobras e teve de se superar em Londres, quatro anos depois. Logicamente, erros acontecem num percurso olímpico. E com eles chegam as derrotas, algumas delas bem doloridas, diga-se de passagem.

Decisões tomadas por ele podem ser questionadas, sim, mas não a ponto de dizerem que a última conquista olímpica se deve exclusivamente às atletas, como já li por aqui. Ninguém ganha ou perde sozinho nos esportes coletivos. Como comandante, Zé Roberto tem méritos e falhas. Para mim, na soma geral, os méritos são bem maiores.

 

 



MaisRecentes

Dentil/Praia Clube confirma presença no Mundial



Continue Lendo

Seleções disputarão amistosos pelo país antes dos Mundiais



Continue Lendo

O adeus do genial genioso Ricardinho



Continue Lendo