Zé fala ao blog sobre Mari, Natalia, Fernandinha e os jogos em São Bernardo



Depois de um dos treinos da Seleção feminina, na quinta-feira, conversei por telefone com José Roberto Guimarães.

Em pauta, assuntos que vocês têm comentado aqui: Mari, Fernandinha, Natalia, a escolha das 12 atletas que irão para Londres…

O técnico coloca em prática, neste fim de semana, mais uma etapa de testes visando a definição do grupo.  Vai dar chances para jogadoras que não estiveram em Lodz (POL) e vai segurar aquelas que estiverem com qualquer problema físico. Fernanda Garay, por exemplo, sentia dores no ombro, ontem.

– A briga está legal, bacana de ver entre elas a competição acirrada. Assim, o nível de todo o time se eleva. O nosso ponto forte é o grupo e isso pesa. Lá na Polônia foi altamente proveitoso, com as jogadoras que tiveram oportunidade respondendo positivamente. E isso deixa todas as outras jogadoras com os olhos abertos. Se antes uma ou outra podia pensar “sou titular”, agora precisa correr pela posição.

Ele também admitiu que atualmente tem um pouco mais de dúvidas para fechar o time olímpico do que tinha às vésperas dos Jogos de Pequim.

Abaixo, a opinião de Zé Roberto especificamente sobre algumas atletas:

MARI

– Ela não esteve bem nos primeiros jogos, mas foi muito melhor no terceiro. Teria 100% de aproveitamento no ataque se o árbitro não tivesse errado em uma marcação. No começo, ela estava ainda segurando um pouco o braço (sentia dores no ombro direito). Depois foi ganhando confiança. Nos três jogos aqui no Brasil, ela vai ter oportunidade.

O técnico ainda revelou que Mari continua treinando passe, apesar de estar jogando como oposto.

FERNANDINHA

– Ainda falta conhecimento maior das atacantes, algo que faz diferença. Mas eu imaginava, sim, que ela iria responder bem aos primeiros testes.

Zé disse também que Fabíola, atual titular no levantamento, deve começar jogando em São Bernardo do Campo.

NATALIA

– Ela está liberada para saltar desde quarta-feira. Agora cada organismo reage de forma diferente. Neste momento, é preciso observar a queda, o impacto após os saltos. Aos poucos, vamos aumentando a carga, mas sempre seguindo o protocolo médico.

Perguntado sobre prazo para definir se ela seguirá no grupo, o técnico foi claro: “Até quando der. Ainda não tenho uma data fechada para definir o grupo. Ela é extremamente importante e vou esperar o possível”

 

 



  • debygoiania

    Daniel, ele deixou claro então que a Mari vai ser titular nos jogos desse fim de semana. Legal, mas está correndo risco de desmotivar a Sheila.
    Quanto à Natália, acho um exagero. Ainda não consigo ver nessa jogadora tanto. Concordo que ela tem potencial, mas é limitada nos golpes(adora uma diagonal) e leva muito toco.Do passe nem se fala…
    Não creio que ela renderá tanto numa Olímpiada.
    A Mari, pelo contrário, já dava sinais de grandeza desde Atenas.

    • Daniel Bortoletto

      não. disse que ela irá ter chances. não falou se começando ou entrando

      • Annie

        É, ele disse que ela vai jogar, não necessariamente começar jogando. Mas eu espero que Mari seja titular nas Olimpiadas, como ponteira ou oposta, não importa.

    • André

      É claro que a Natália é uma jogadora extremamente importante. Alguém acha que o Brasil teria chegado à final do campeonato Mundial e teria feito uma partida tão dura de 5 sets contra a Rússia sem ela? Tenho certeza que não.

      • Daniel

        Verdade. Natália joga muito, mas deve ser lapidada e o Zé sabe bem fazer isso.

  • Jessica

    Não entendo a insistência na Natália. Ela tem 23 anos, pode jogar em 2016 sem problemas. Enquanto isso corre o risco da Sassá ficar de fora. Ela não joga a 8 meses! É uma olimpíada, não uma superliga.

    • matheus

      Nossa minha filha você insiste nessa Sassá ainda !?Só por DEUS se ela for para a olímpiada escreve ..o BRASIL nem medalha ganha …

  • ARTHUR

    MARI .. SEMPRE MARI .. A MAIS COMENTADA, A MAIS ESPERADA SEMPRE. PORQUE ? PORQUE ELA É MARAAAAA..
    VAI MARIIIIII ARREBENTA AS QUADRAS ADVERSÁRIAS … SE VOCÊ JOGAR 50% DO QUE JOGOU COMO OPOSTA EM 2004 (ATENAS) A SHEILA É BANCO.

    • Junior

      Concordo Arthur a Mari é Maraaaaaaaaaa. Sempre titular. NATALIA, gente saí dessa povo não joga a quase um ano e o ZRG ainda vai esperar, pra que. Me digam

    • Annie

      Verdade. Mari fazia 30 e tantos pontos por partida! Aí o zé tirou a menina da posição de oposta e pôs como ponteira! Prejudicou -a demais!

  • Adriano

    Acho que não tem por que forçar com a Natália. Ela mesma comentou que muito dificilmente vai ter chance de jogar as finais do GP. Começou a saltar essa semana, a recém. Ele não vai usá-la em Londres, ainda mais tendo, já, várias opções de ponta e oposto. É uma pena, mas, azar: se não deu, não deu. Bola pra frente, e que ela possa recomeçar aos pouquinhos pra estar bem na Superliga. O que conta é a carreira dela, não tem por que ficar queimando etapas.

    Quando ao negócio das titulares, ele fala isso, tudo bem, mas não é EXATAMENTE assim. A Sheila pode dizer “sou titular”. Não é agora que ele vai sacar ela do time. Fabiana e Jaqueline, duvido também que fiquem de fora. Gostaria muito de ver a Adenízia como titular, mas ainda considero isso improvável, a despeito de ela estar jogando muita bola.

    • ARTHUR

      A SHEILA TITULAR ? SIMMMM ERA PORQUE MARI ABRIU AS PORTAS P. ELA .. MAS AGORA A MARI DECIDIU FECHAR AS PORTAS .. MARI VAI SER A OPOSTA T I T U L A R E SHEILA VAI BANCAR.

      • César Castro

        Tipo assim:comentário sem noção!

  • tiago

    A seleção masculina de vôlei já não vai conseguir os 3 pontos diante do Canadá, porque até o momento está 2 x 2.
    Daniel está preocupante a seleção masculina de vôlei. Na atual conjuntura não somos páreos para os poloneses neste fim de semana em Sófia.
    O que você acha?

  • Rodrigo Brum

    Gostaria de ver a Mari como titular hoje, pelo menos no primeiro set. É muito importante dar rítimo de jogo a ela. Em forma, Mari não é banco pra ninguém.

    • klaus

      O problema é que basta ela errar uma bola e é logo sacada do time e isso vai minando a confiança dela.Torço muito que ela possa se recuperar e ajudar o Brasil.

  • Rodrigo

    po, cada jogo é um jogo!!! Na copa do mundo o Brasil sobrou contra a Rússia e perdeu pra Cuba e Sérvia na sequencia e depois bateu a Polonia… Ainda acho cedo demais pra tanto pessimismo!!!

  • Jailson

    O Zé usa a tática de não querer desanimar as jogadoras mas sabemos muito bem que o time de Londres já está montado.

    L: Fabíola e Fernandinha
    O: Sheilla e Mari
    Lí: Fabizinha (infelizmente)
    P: Garay,Jaqueline,Sassá,Paula
    M: Fabiana,Thaisa e Adenízia (que merecia ser titular ao provar estar superior as outras)

  • Luiz

    Eu acho que o Zé deveria fazer uma escolha: há duas jogadoras voltando de lesão, Mari e Natália. Quem está à frente fisicamente? É correto arriscar ao levar as duas??? Eu acho que não. Uma delas tem que ficar aqui.

  • Ewander

    Eu concordo na insistência com a Natália, que com 23 anos já coloca mta jogadora no chinelo!
    O q tem a ver a idade com jogar ou não? A Kosheleva da Rússia por exemplo, tem 20 e poucos anos e é titular da seleção, e costuma ser uma das maiores pontuadoras do time. De q adianta ter uma jogadora mais experiente se ela não pontua? Esse foi o caso da Mari grande parte dos primeiros jogos. Eu acho a Natália mto importante, até pq o ano passado ela e a Jaque foram as titulares e o time esteve mto bom!

  • Clivia

    Na minha opinião eu acho q o ZR já sabe o grupo que ira levar a Londres, pode ter duvida qto as levantadoras. Assistindo aos últimos jogos eu acho q ele estava treinando algumas situações de contra ataque e observando as jogadoras em situação especificas. Tenho minhas preferencias nas posicoes mas confio nele, ele sabe o que faz e saberá levar as melhores. E eu estarei torcendo pela selacao e desejando sorte.Mas pelo histórico neste grupo, torco pela Mari como ponteira como oposta onde render melhor.

  • Sergio

    Se é pra Mari ser oposta de novo, o que ela estava fazendo ontem na ponta?
    Essa seleção tá muito desorganizada.
    Não tenho paciência com essa seleção: Fabiana Presidente, Sheilla Vice, Jaqueline Presidente da Camara, Josefa Ministra.
    Insuportável essa panela.

  • Wasley

    Pela entrevista que o Zé deu ao Juca, acho difícil a Mari não estar em Londres. A dúvida dele é saber como ela poderá jogar. Uma prova disso, foi a entrada dela no lugar da Paula, na partida contra a Alemanha ontem. Achei estranho ela ter entrado na posição de ponteira, depois de tudo o que Zé disse sobre essa posição para a Mari. Acredito que ela deverá ser um curinga, podendo entrar na inversão do 5-1, no lugar da levantadora, ou poderá entrar como ponteira, em alguns jogos, para aumentar o poder de ataque quando a rede estiver “encalhada”. Acho que os jogos desta fase serão decisivos para a convocação de algumas jogadoras para as Olimpíadas e para a escalação da equipe titular. Ao meu ver, a entrada da Adenízia no lugar da Fabiana pode vir a acontecer novamente e ser um indicativo de que ela seja a titular da posição. A Fabiana não está jogando bem, tanto no bloqueio quanto no ataque. Se ela mantiver a mesma atuação de ontem nas próximas partidas, deverá perder a vaga de titular para a Adenízia. A permanência da Fernandinha no banco, em detrimento à Dani Lins também pode ser um indicativo de que ela seja uma aposta para Londres, juntamente com a Fabíola. Acho que a briga mais importante é a da posição de líbero: tanto a Camila quanto a Fabi são ótimas jogadoras. Embora ache que a Camila esteja numa fase melhor, acho que a Fabi só não irá a Londres se não fizer partidas boas nesta segunda fase. Ela foi bem na recepção contra a Alemanha, porém ficou devendo no posicionamento da defesa no fundo de quadra. Acho que o Zé levará a Garay, a Paula e a Jaque para Londres, porém acredito que a Garay seja a titular da equipe, com a Paula e a Jaque brigando para a outra vaga de titular. A minha dúvida é saber se a Sassá irá como a 4ª ponteira (podendo até jogar como líbero, dependendo da situação) ou se ele arriscará em levar a Natália ou a Tandara, visto que as duas podem jogar como opostas e como ponteiras, têm bom bloqueio e são muito ofensivas em quadra.

  • Marcio

    2009, 2010, 2011, 2012 e procura-se uma levantadora. Nessa toada não teremos uma pronta nem em 2016…

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo