Walewska e Carol Gattaz de volta à Seleção



Saem Thaisa, Juciely e Gabi. Entram Walewska, Carol Gattaz e Michelle.

Assim Zé Roberto remonta a Seleção para a Copa dos Campeões após o pedido de dispensa médica do trio que abre este texto.

Para mim, a surpresa mais agradável é a volta de Walewska, titular na conquista do ouro em Pequim e que estava aposentada da Seleção desde então. Gostei. E vocês?

Ela diz ter refletido muito após conversa com Zé Roberto. Aceitou o desafio por ser um período curto e irá pensar futuramente sobre seguir servindo a Seleção. Abre aspas para ela:

“Irei por etapas, ou seja, não tenho planos para o futuro. E isso significa dizer que não posso dizer sim, muito menos não. Mas estou feliz por, mesmo após cinco anos fora, ter condições e estar em forma para defender a Seleção Brasileira e ajudar com o meu melhor. Fui muito bem recebida, mas é estranho, pois estive muito tempo fora. As meninas estão até me tratando como novata e brincando que eu devo lavar as roupas delas. Mas, piadas a parte, sei que tenho muito respeito por parte delas, apesar de com muitas delas eu nunca ter jogado junto. Agora só tenho que me readaptar”.

O retorno de Carol Gattaz também me surpreende. Ela vem de uma série de problemas físicos nos últimos anos e admito que não tenho visto o suficiente dela atualmente para fazer um julgamento justo. Sobre Michelle, que esteve presente nas convocações anteriores, uma escolha até certo ponto lógica.

 



  • Guilherme

    Pensei aqui com meus botões: o Zé é bem espertinho mesmo! E pensou rápido! Nada melhor que ter por perto as titulares do meio de rede do Amil, treinando pesado com a seleção, e melhor: ganhando ainda mais entrosamento com Natália e Tandara. Foi uma decisão acertada, penso eu! Tanto para a seleção (que ganhará em experiência), quanto para o time Campineiro.

  • Afonso RJ

    Eu sempre fui um defensor do Zé Roberto, e sempre disse que ele conhece mais de volei que todos nós. Mas me pergunto se Carol Gattaz e Walewska não seria uma volta ao passado e talvez até um retrocesso. Acho a Walewska uma central baixa para os padrões de hoje mas entendo que é uma ótima jogadora e experiente, mas Carol Gattaz há muito tempo não faz uma boa temporada. Será que não temos centrais mais novas e promissoras?
    Outro ponto é que sempre foi minha opinião que não pega bem o treinador da seleção também ser treinador de time. Dá margem para especulações de que jogar no time do “chefe” seria meio caminho andado para uma convocação. Bem faz o Bernardinho que treina time feminino e a seleção masculina. E mesmo assim não escapa de um caminhão de críticas de nepotismo quando convoca o próprio filho.

    DELENDA EST CARTHAGO
    SETS DE 25 PONTOS JÁ. QUERO MEU VÔLEI DE VOLTA!!!!!!!

    • raphael

      Afonso, essa história de central baixa já deu um pouco né. A Jucy está lá com 1,84 com méritos pois pega a bola muito alto no ataque. Ade nao merece estar lá, mas está, pois ainda se vale no bloqueio. Wal, com 1,90m não é baixa, concordo que ela e Gattaz não estão despontando e por isso a minha outra central seria uma de 1,83m, Carol do Unilever. Se a meio tiver boa impulsão e leitura de bloqueio, ela pode ter menos de 1,90m sim.

      • Afonso RJ

        A Jucy compensa a falta de altura com velocidade e visão de jogo, enquanto que a Thaisa compensa a falta de velocidade com altura e força. Não sei se a Walewska atual é a mesma de cinco anos atrás. Honestamente, pelo que eu vi ano passado e o pouco desse ano, acho que não. Mas vamos dar um crédito e ver se ela compensa a falta de altura e a falta de velocidade com a experiência. Torço para que sim, mas tenho lá minhas dúvidas.

  • danilo

    Walewska sempre terá lugar na seleção, porém se for para ser titular e claro jogar muito, para ser banco é melhor assistir de casa, duvido mto que seja banco. Acredito que o Zé esta certo em traze-la de volta, porque ela joga mto e tem uma grande experiencia, malicia que só o tempo dá. Se eu fosse as outras meninas pensaria duas vezes antes de largar o osso, afinal, há inumeras jogadoras capazes talvez o que falte é oportunidade.

  • Aline

    O SESI perdeu sua principal jogadora p/o AMIL e trouxe do Amil:
    Uma libero fora de forma e sem mobilidade: Suelen.
    Uma ponteira descontrolada, longe da eficiencia da Tandara: Pri Daroit.
    Nesse troca-troca entre AMIL e SESI, otimo negocio p/ o Amil e pessimo negocio para o Sesi.
    Tandara esta levando o Amil nas costas, sendo a maior pontuadora absoluta do time,jogando tanto de ponteira como oposta, Tandara esta sendo muito eficiente,assim como foi no Sesi temporada passada.
    Daroit me surpreendeu muito negativamente, pricipalmente no jogo de ontem. Totalmente descontrolada saiu gritando como uma louca, falando palavras de baixo calao, durante o intervalo entre os sets. Atitude antietica e desrespeitosa tanto com o publico qto com as demais jogadoras.
    O desrespeito com insultos foi tanto que o arbitro foi obrigado a dar um Vermelho pra ela e ainda disse a ela que se continuasse com aquilo seria expulsa do jogo.
    Com esse comportamento reprovavel, Daroit contribuiu negativamente para desestabilizar o resto do time, que acabou levando uma surra do Praia Club.
    Com esse comportamento, Daroit nao pode estar na selecao, pois uma atitude dessas prejudica todo um trabalho de um time.
    Depois do que vi, aprovei o corte de Daroit por Ze Roberto da selecao brasileira.
    De acordo com o que afirmou Spencer Lee, Mari atuara como oposta nas inversoes do 5×1. Na temporada passada, Spencer usava muito as inversoes do 5×1 revezando Monique e Dayse na funcao de oposta. Agora, basta Mari se recuperar para revezar com Monique nas inversoes do 5×1.
    Eu, particularmente, aprecio muito o jogo das irmas Monique e Michelle, elas sao a alma do time do Praia, jogam um voleibol classico, muito tecnico, lindo de se ver, dao muito volume de jogo, nao deixam a bola cair e estao sacando muito bem.

    • Raffael

      Ano passado com a contusão da Herrera a Dayse formou dupla de ponteira com a Michele e quem entrava nas inversões era a Mayhara, que é central mas foi adaptada na função de oposta, ja que a oposta reserva do Praia também sofreu com contusão na temporada passada

  • Aline

    Acho muito comodo e antietico por parte do ZE ROBERTO convocar todo o seu time titular do AMIL pra treinar na selecao brasileira.
    Das titulares so a KRISTIN nao foi convocada pq eh americana, as outras todas Gataz, Walewska, Claudinha, Natalia e Tandara vao treinar na selecao e depois vao voltar pra Superliga com um entrosamento e tanto, as custas da selecao.
    Muito oportunista esse Ze, nao eh?
    Usar a selecao para dar vantagem ao AMIL na Superliga.
    Depois dessa jogada de MESTRE, mas com requintes de DICK VIGARISTA, a obrigacao do AMIL eh de pelo menos chegar a final da Superliga, afinal de contas treinar seu time titular todo na selecao eh um privilegio q soh o Ze Roberto tem, nao eh mesmo?

    • Paula

      Aline, entendo sua posição, mas lembre-se que o mesmo ocorre com o time de Osasco ano passado, onde todas as titulares estavam na seleção, mesmo que o Zé Roberto não fosse o técnico. O fato é que Unilever, Osasco e Campinas são times de alto investimento e suas principais jogadoras são as melhores do mercado nacional. Por isso, não é nenhuma novidade vê-las na seleção também, independente do técnico. A única convocação dele que não gostei muito foi da Carol Gattaz porque acho que existem outras centrais mais habilidosas. Agora não seria inteligente da parte dele deixar de convocar Tandara, Natália, Walewka e Claudinha por que ele é o treinador atual delas. Assim como, se ele fosse treinador do Osasco, deixar de convocar Sheyla, Camila Brait, Fabíola e Adenízia.

  • Marcelo

    Respondendo a pergunta do Afonso: Sim, temos muitas jogadoras e até demais para a posição de meio de rede que estão batendo um bolão, posso citar algumas, como a Mayara ( Praia Clube), Ana Carol ( Unilever e melhor bloqueadora do Mundial de Clubes), Mara ( São Caetano, que está fazendo uma ótima superliga), além da Lara e Vivian ( Pinheiros), Bia ( Sesi), Leticia Hage ( Praia Clube)… E ele ainda vai e me convoca 2 jogadoras veteranas??? Olha na boa, além de ele fazer a seleção progredi, só está regredindo, aonde que ele vai mesclar a experiencia com a juventude, se a seleção não tem nenhuma novata ( além da Monique e Michelle)???

    Lamentável essa atitude, e para pra mim,quem está só está perdendo é a seleção, tomara que essas meninas que não tiveram essa chance. “comam” bola durante toda a superliga, para mostrar para ele, que estão preparadas!!! Decepção total, um ano de renovação, de dar chance para as mais novas, ele pega volta com um time que jogou a 10 anos atras?? Como assim???

    • danilo

      ele chama as veterenas por que quer ganhar e nao quer arriscar fazendo testes.

      • Marcelo

        Mais a Copa dos Campões não é campeonato importante para levar a força máxima!!! É a hora sim em fazer testes e coloca algumas meninas para jogar, porque titulares, assim eu acredito, que serão a Adenizia e a Fabiana, as outras jovens podiam entrar nos jogos mais fáceis…

        Mas enfim, a escolha está feita!!!

  • Continuo achando que técnico da seleção brasileira NÂO deveria ser técnico de clube,temos bons técnicos por aí e com o bom material em mãos quem assumir não terá dificuldade.Dificuldade pra mim é ter um time do Maranhão e querer ser campeão,aí sim seria um desafio.Queria ver ZRG e Bernadinho ter em mãos este time e fazer chegar lá frente…aí sim ganharia meu respeito e diria que de fato são os melhores.

  • Alex Miranda

    Assim como relatou nosso colega Afonso RJ, também sou um defensor do Zé Roberto. Porém, tenho que concordar que a convocação das centrais se torna um tanto quanto questionável, uma vez que tais atletas também jogam com ele no Volei Amil. Com isso, enquanto todas as equipes param um período e ficarão apenas a base dos treinamentos, ao contrário praticamente todo o time titular do Volei Amil (Claudinha, Tandara, Natália, Waleska e Gattaz) estará na ativa jogando e treinando para um campeonato forte e retornando com tudo para a continuação da Superliga. Injusto!

    Além disso, mesmo sabendo que a Waleska tem serviços prestados a seleção, tendo sido inclusive considerada titular absoluta na posição, o tempo dela já passou e hoje o que caracteriza a seleção brasileira é a renovação. Nesse caso, ZRG foi totalmente contrário ao que vinha pregando e deixou jogadoras novas e promissoras para Rio 2016 de canto. Mais uma vez Injusto! Afinal, as novas tem corrido atrás para estarem na lista de convocadas e precisam de rodagem internacional para ganharem experiênia. E ai se o ZRG convoca atletas mais velhas, como ficará a oportunidade para as novas?
    E nesse caso ainda será interessante saber quem será a títular ao lado de Fabizona, afinal, Adenizia é hoje a terceira meio, sendo substitua imediata da segunda meio. Mas, será que ele vai tirar a oportunidade da Adenizia e passar para a Waleska que está voltando depois de 5 anos???

    E ai tem a convocação de Carol Gattaz. Essa também é ótima atleta e tem seus serviços prestados a seleção, mas fato é que não joga mais no nível que antigamente. Sem sombra de dúvidas temos outras novas meios de rede para compor elenco.

    Quanto a Michelle, concordo com o blogueiro, boa atleta para compor elenco apenas.

  • Wasley

    Também não gostei muito da notícia. Gosto muito das duas jogadoras convocadas, mas acho que para um processo de renovação, seria mais coerente, mesmo para um torneio mais curto, permitir que outras jogadoras como a Carol, a Mara ou a Mayhara pudessem participar do torneio.

  • Eu confesso que fiquei surpreso com a convocação da Walewska e Carol Gattaz, Zé Roberto irá perder Grande oportunidade de dar rodagem as jogadoras mais jovem, é verdade irão participar ás Principais Seleção do mundo, se o Brasil Perdesse o torneio Com as jovens jogadoras não iria diminuir em nada o potencial da Seleção, pelo contrario iria acrescentar um leque de opções na futura convocação, caso não poder contar com as titulares, isto se restringe ao técnico Zé Roberto, o mesmo não o corre com Técnico Bernardinho que convocou a maioria de jogador jovem, a grande indagação que fica, és tas jogadoras veterana chegarão á forma física ideal para disputar Jogos olímpicos? Eu duvido.

  • Cadu

    Não acho que as duas tenham voltado para ficar, analisando o grupo que vem sendo convocado, sem Thaísa e Jucy, as naturais substitutas seriam Bia e Gelka que estão machucadas ou a Letíca Hage que está fazendo uma Superliga irregular pelo Praia.

    A Copa dos Campeões é a última competição do ano e tens fins apenas comerciais, não vale nada no ranking da FIVB, com essas ausências de última hora acho natural o Zé convocar duas centrais que ele já conhece para tapar o buraco.

    Até agora não vi nenhuma falta de merecimento nas convocações, a Claudinha sempre era pedida na época do Minas, agora que está no Amil querem dizer que sua convocação é por paternialismo. Realmente não dá para entender, se convoca atletas de outros times é para cansá-las, atrapalhar o entrosamento, já se convoca do Amil é para se beneficiar e etc.

  • Matheus

    Não acho que teve panelinha não,
    ele apenas chamou jogadoras a altura das que ele perdeu ,
    ou vcs acham que Leticica Hage ou Bia consegue substituir HOJE, Thaisa e Juciely na seleção ?
    Walewska e Gattaz são jogadoras de alto nivel sim ,
    a Gattaz vem jogando muito bem , um exemplo de bom jogo foi contra o Osasco pelo Paulista ela jogou muito bem !
    O que discordo é a insistência em convocar as gêmeas, elas não são tão boas para estar na seleção principal, no maximo na seleção B !

    Daniel você não sabe nada a respeito do Jogos das Estrelas ?

  • Raffael

    A qualidade técnica e física da Wal é inquestionável. Acho que a maioria da critica aqui é mais pelo Zé ter convocado uma atleta do seu plantel( o que não acho nenhum absurdo ja que ele tem um bom elenco no seu time). OS cortes da Mari e da Fabiola no ano passado ainda não desceu na garganta dos torcedores e acho que isso esta sendo transferido pras futuras decisões do Zé Roberto. A Michele não é absoluta mas tem sua função nesse time montado esse ano pelo Zé Roberto. Se continuar jogando bem( não comprometeu em nenhuma situação que foi solicitada, mesmo tendo poucas oportunidades). Quanto a Carol, acho que está lá mais pra uma eventual emergência, ja que se trata de uma atleta experiente e que esta tendo um bom inicio de temporada. As demais centrais não estão em condições de servir a seleção. Leticia Hage é banco no Praia, Bia voltando de contusão e bem acima do peso, Angelica sem condições até fevereiro, Ana Carol seria a mais promissora, mas se o Zé por uma infelicidade devolve a atleta contundida pro Bernardo, daí ja sabemos no que vai dar né, ja que o Unilever esta com problemas fisicos com a Jucy e a Valeskinha e uma nova atleta nessa posição contunindida ia dar muito pano pra manga na eterna briga Bernardinho x Zé Roberto.

    • Perikito

      Excelente comentário. Muito esclarecedor.

  • Evelyn

    Definitivamente não dá pra aceitar que o técnico da seleção brasileira seja também técnico de uma equipe feminina da Superliga.
    É claro e evidente que o AMIL foi enormemente beneficiado em relação às outras equipes que disputam a Superliga.
    Zé Roberto, técnico do AMIL, aproveitou a seleção para treinar seu time titular, enquanto os demais times da Superliga vão passar essa fase treinando desfalcados de suas principais atletas.
    Resultado: depois desse recesso, o time do AMIL vai estar muito mais entrosado e treinado que as demais equipes da Superliga.
    Para a Copa dos Campeões houve primeiro uma lista de 20 atletas inscritas e, depois dos cortes, uma lista de 14 atletas que realmente iriam disputar o torneio.
    Na lista de 20, as centrais eram: Juciely, Thaísa, Fabiana, Adenísia, Bia e Letícia Hage.
    Na lista de 14 ficaram Juciely, Thaísa, Fabiana e Adenísia,sendo cortadas Bia e Letícia Hage.
    Com a contusão de Juciely e Thaísa, nada mais coerente e normal que Bia e Letícia Hage fossem chamadas, afinal de contas elas estavam na lista inicial das 20, enquanto Gattaz e Walewska sequer foram cogitadas à época.
    Porém, um fato importante ocorreu no decorrer dos últimos dias:
    O até então líder da Superliga e invicto na competição AMIL, perdeu sua invencibilidade numa derrota inesperada, fora dos planos, para uma equipe não figurava entre as favoritas da competição.
    Com derrota surpresa para o Pinheiros, Zé Roberto achou importante aproveitar a oportunidade e levar seu time titular para treinar com a seleção e ganhar mais entrosamento e ritmo de jogo.
    Principalmente entrosar suas 2 centrais com Claudinha, esse foi o principal motivo da convocação surpreendente de Gataz e Walewska a esta altura do campeonato.
    Infelizmente, os torcedores das outras equipes favoritas como Praia Club, Unilever e Molico não tem esse privilégio de ter seu técnico no comando da seleção brasileira.
    Mas, para quem tem boa memória, vai lembrar que isso não é uma novidade do Zé.
    Temporada passada, quando Pri Daroit, Ju Nogueira, Suelen e Natasha jogavam no Amil, viviam sendo convidadas para treinar na seleção A ou B.
    Lembram do caso da Fernandinha, jogadora do Amil, que tomou a vaga da Fabíola à véspera da Olimpíada?
    Achei muito estranha e oportunista essa atitude de levar o time do AMIL para treinar na seleção, e penso que isso prova que técnico da seleção feminina não deve dirigir time feminino da Superliga, vimos no que dá: panela brava!

    • Wasley

      A derrota para o Pinheiros não foi inesperada. Os dois times se enfrentaram dias antes pelo campeonato paulista, com vitória do Pinheiros por 3×0. 2 derrotas para o mesmo time no mesmo mês não são por acaso. O Pinheiros é time para estar entre os primeiros da Superliga.

  • Luiz

    Zé Roberto mostrando suas garras. É só o começo.

    • Cadu

      Que viagem, Bia está voltando de contusão e muito acima do peso enquanto Hage está bancando no Praia.
      A derrota para o Pinheiros foi a segunda do ano, não é surpresa nenhuma.

  • Graça

    Amigos torcedores do PRAIA CLUB, fomos enormemente prejudicados com essa atitude do Zé.
    O próximo jogo do Praia depois da Copa dos Campeões é justamente AMIL x PRAIA CLUB em Campinas.
    O time do Praia vai enfrentar um adversário direto ao título treinado e entrosado pela seleção brasileira.
    A sequência de jogos do AMIL após a COPA DAS CAMPEÕES e retorno à Superliga é: Praia, Sesi, Barueri e Molico.
    Logo, não foi à toa que Zé Roberto resolveu levar seu time titular do Amil para treinar na seleção.

  • Graca

    A grande verdade e que o caminho mais curto p/ser convocada p/a selecao e o AMIL,time do Ze.
    Amil virou um atalho p/a selecao.
    Sabendo disso, a baba-ovo da Natalia Zilio nao pensou duas vezes em deixar a Unilever e ir abanar o rabinho la no Amil.

    • caco

      A Natália seria convocada até se jogasse no Rio do Sul. Ela não trocou de time para agradar ninguém; o que pesou é que a Amil queira muito ela e deve pagar muito mais para tira-la do rival. O zé Roberto convocou as veteranas porque são garantia de experiencia e qualidade , ele e o Bernardinho são de fazer poucas experiencias, eles sempre levam o que tem de melhor. até porque a mentalidade do Brasileiro não permite que as seleções de vôlei tenham resultados ruins. Se perdem um torneio , independentemente de quem esteja em quadra a cobrança é enorme. Queria mesmo a Carol do Unilever, mas seria uma choradeira , já que as duas centrais também estão lesionadas. Não acho protecionismo ele levar tantas jogadoras da Amil , todas elas tem histórico na seleção e seriam convocadas se tivessem em qualquer equipe. A claudinha já era das seleções B a um tempão e quando jogava no Minas todo mundo pedia sua convocação. Agora todos criticam. Sempre achei ela boa , mas com o Zé ela só vai esquentar banco.

      • Matheus

        Perfeito seu comentário,
        brasileiro tem memória curta !

MaisRecentes

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo

Vaivém: Vôlei Nestlé confirma apresentação de peruana



Continue Lendo

Vaivém: Polonesa é esperada em Barueri



Continue Lendo