Voto de confiança



Ricardo Trade tem um imenso desafio ao assumir a condição de diretor executivo da CBV, CEO, para quem gosta de um termo em inglês.

Entre as missões, destaco algumas que julgo prioritárias: recuperar a credibilidade que a entidade perdeu nos últimos tempos, dar transparência aos novos atos, garantir para o mercado que o vôlei ainda é um produto confiável e evitar que a politicagem interfira na tomada de decisões.

Não é fácil, mas Trade merece, sim, um voto de confiança. É trabalhador,  um estudioso e apaixonado por esporte e vem de uma missão das mais árduas: colocar uma Copa do Mundo de Futebol de pé, herdando o “trabalho” de Ricardo Teixeira.

 

 



  • Aline

    Com uma atuação espetacular de Fabíola, o KRASNODAR venceu a partida de IDA da FINAL DA COPA EUROPEIA DE VOLEI, e precisa agora de ganhar apenas 2 sets na partida de VOLTA em SOPOT, POLÔNIA, para ser CAMPEÃ!!!
    Fabíola conquistou os russos no que eles mais adoram: O BLOQUEIO!!! Fabíola, levantadora alta que iniciou a cerreira como atacante, sempre teve no bloqueio seu diferencial perante as colegas “baixinhas” da mesma posição.
    Essa máxima que a atacante tem que procurar o bloqueio da levantadora não tem funcionado contra a FABÍOLA, parece que nessa temporada na RÚSSIA ela tem aperfeiçoado cada vez mais esse fundamento, e não é raro ela terminar a partida com mais pontos de bloqueio que as centrais!!!
    Fabíola soube cativar e conquistar os RUSSOS que não pensaram duas vezes em renovar o contrata dela. Do jeito que está indo, Fabíola só sai da Rússia se quiser!
    Fabíola nunca tinha jogado no exterior, e essa experiência na Rússia fez Fabíola evoluir a olhos vistos, ela definitivamente está no melhor momento de sua carreira!

    • Billy

      Aline eu adoro a Fabíola e tenho acompanhado sempre os jogos do Dínamo Krasnodar pela internet e ela realmente esta jogando demais(-como sempre-)e a alegria dela é contagiante.Tenho quase certeza que o time da Fabíola vai vencer o jogo de volta.E que bom que breve poderemos ver o Dínamo Krasnodar também no Mundial de clubes.Abraços…

    • Edu

      Fabíola também tem feito diversos pontos no saque.Um saque que vem de forma venenosa e escorre ligeira de lado nos braços da recepção.Numa passagem de jogo contra o Rabita Baku ,na fase semifinal ,foram quatro consecutivos num determinado set.A vitória, se conseguida no jogo da volta,atinge o objetivo maior do Krasnodar na temporada : o retorno a Champions League com o título da CEV Cup.Não é fácil morar na Russia.A temporada ocorre no frio com medias de 10 a 12 negativos.Os russos não podem fornecer mais que um apartamento mais ou menos funcional.Já que para morar bem na Russia precisa ser mais que rico pelo custo absurdo imobiliário.Não existe uma variedade grande de frutas e legumes frescos.Por exemplo uma manga , que a Kosheleva, disse adorar num vídeo de Face para a Garay custa de 7 a 10 euros a fruta.A maioria da alimentação e feita na base dos embutidos e em conservas.Com viagens em trens antigos, em algumas rodadas, de 8 a 10 horas de viagem ao destino.Acho que esta prevalecendo muito o ambiente e o companheirismo – fora o aspecto financeiro – para a renovação da nova temporada na Russia.Parece que também dois anos de ausência da Superliga reduz a pontuação para 3 pontos.No entanto é preciso cautela e concentração ao Krasnodar.Na partida de eliminação, em casa, do campeonato russo para o Uralochka conseguiram perder uma partida de seis sets( com dois tie breaks – um valendo na forma de golden set) após ter três match points a favor na partida.Assistir ao primeiro set daquela partida e semi assustador e presenciar uma comedia de erros.Como um time tão superior tem tanta disposição não induzida para perder.

      • Kaio

        A CEV não dá vaga para a Champions League.

        • Edu

          Pelas informações que recebi o campeão da CEV Cup recebe sim a vaga para a próxima Champions League.Parece que o Fenerbache garantiu sua vaga dessa forma por ter sido vencedor da disputa do ano passado.No masculino dois gigantes também disputam essa forma de acesso pela CEV Cup: o Dinâmo Moscou e o Trentino.No primeiro jogo em Trento o Dinâmo levou a melhor por 3 X 1.Com o Zaytsev ficando no banco e nem entrando nem para sacar para fechar qualquer set.Em declarações a imprensa russa ele afirmou que o técnico Mirichev, o mesmo da seleção feminina e seu indefecto bigodinho estilo inspetor Clouseau, achou por bem não mexer no time apos seu retorno da contusão de tornozelo que o deixou em recuperação po dois meses.Poucos técnicos do mundo deixariam um jogador de seu calibre 100% do tempo no banco.Ainda mais diante de jogadores que ajudaram a construir a sua grandiosa carreira no voleibol italiano. Preteriram sua técnica e experiência.

  • Edu

    O tal do Trad, apelidado de Baka, foi a escolha do Marin e do Del Nero após a renuncia do RT e a constatação da flagrante incompetência profissional da Joana Havelange para ser diretora executiva da Copa.Não foi surpresa já que a indicação da Joana para o cargo era no absoluto critério do privilégio paterno.Joana recebia as tarefas do seu cargo e as repassava para prestadores de serviço.A maioria com relação próxima com as organizações Globo ou empresas daquele grupo.Teve como unica obrigação, com a entrada do Trad, se incumbir do evento da abertura da Copa.Viu no que deu e o constrangimento internacional da festa.O Trad tem como missão primordial resagatar o espaço perdido do voleibol tanto na midia como na proliferação do esporte.Não somente no que tange a clubes( o Bernardo em entrevista ao Band Sports,na pessoa do Elia Jr, disse que existe um perigo iminente de pelos menos três equipes encerrarem de vez suas atividades apos os jogos olímpicos).Como no trabalho das próprias seleções.O ZRG, por causa da ciumeira e rivalidade de clubes não se relaciona mais de forma amistosa com o Luizomar e o próprio Wagão.Cada qual hoje esta isolado na sua categoria.

    • Bernardinho explicou quais seriam essas equipes ameaçadas?

      • Kaio

        Não leve a sério o que o Bernardo fala, isso é puro achismo, uma das equipes que ele diz ameaçada é Osasco só porque o contrato entre a prefeitura e a Nestlé acaba em 2016.

      • Edu

        Ele não seria deselegante e aético em citar as equipes.O Bernardo tem inúmeros defeitos, alguns imperdoáveis, na minha opinião.Mas ele não seria leviano em nominar algo que ele não tem condições de comprovar.Ele sugeriu uma forte suspeita como forma para prevenir que isso não ocorra.

  • “Doidinha por vôlei”

    O Post do Daniel é sobre a contratação do Sr. Ricardo Trade para Gerente Geral(CEO é o cacete, “eita complexo de vira lata” que o brasileiro tem) da CBV e não sobre outros assuntos relacionados ao vôlei. Somente o Edu pronunciou-se com respeito ao Ricardo Trade, inclusive disse que o apelido dele é Baka.
    Espero sinceramente que este senhor Trade consiga moralizar a tão BAGUNÇADA CBV. Depois de escândalos da gestão anterior e agora a atual parece que segue os passos da anterior fazendo também um bocado de lambanças. Torcemos para que o tal de Baka resgate a CBV como um todo.

  • SPORTS IN THE WORLD

    Em tempo Daniel: Acabo de ler no jornal O Globo de hoje uma interessante entrevista com o Sr. Ricardo Trade, vulgo Baka é isto? Pelas palavras dele, até acredito que possa fazer algo de bom para a CBV e consequentemente para o vôlei brasileiro. Agora temos de entender e ele também que uma coisa é organizar o mundial de futebol da FIFA, com aviões a disposição das delegações para translado, jogos marcados e acontecidos com precisão britânica quanto a datas e horários, estádios magníficos com padrão FIFA e toda a tecnologia a disposição, assim como estádios modernos, com assentos individuais, camarotes etc. etc., tudo com o habitual padrão FIFA de qualidade. Onde a política não se sobrepõe a classificação dos times, a tabela dos jogos e o mais IMPORTANTE, a TV GLOBO não dita regras e ordens para a FIFA. Agora meu caro Ricardo Trade ou Bacalhau, este o verdadeiro apelido dele certo Ricardo? Que como é muito feio, trataram de chamar pelo diminutivo de Baka (por quê com K?) deveria ser “BACA” com “C” mesmo, de BACALHAU e não com K, ora bolas! Mas aí entra o complexo de “vira lata” do brasileiro. Mas voltando ao assunto quero ver BACALHAU é você melhorar a Superliga nos seguintes ítens:1. Quebra do monopólio da Globo – 2. Tabela da Superliga, com as rodadas sendo jogadas obedecendo a sequência numérica, e não um jogo da 10ª rodada ser jogado antes da 3ª rodada ser completada (um dos absurdos) – 3. Que o ranking dos atletas seja realmente uma forma de equilibrar as equipes – 4. Que todos os Ginásios tenham condições mínimas para a realização dos jogos, respeito aos TORCEDORES, com assentos individuais, brabo sentar num cimento QUENTE e SUJO, num calor de 40° – 5. Que os 70 milhões de patrocínio do BB, sejam gastos real e tão somente com o vôlei. A nota triste desta entrevista é quando o Ricardo Trade (o Bacalhau), chama o ex-presidente da CBV e atual presidente da FIVB, senhor Ary Graça de doutor (?), desde quando o Ary Graça é doutor? Ele fez DOUTORADO? Pelo que me consta ele é formado se não me engano em Direito, bacharel em Direito somente, portanto ele não é doutor em coisa alguma ele é simplesmente um ADVOGADO e ponto. Mas assim como chamar o Bacalhau de CEO (CEO é o cacete, salve Ancelmo Gois) faz parte deste complexo de “vira lata” do brasileiro, chamar um advogado de doutor ou até mesmo qualquer cidadão que dá uma gorjeta para um “flanelinha” ou para um garçom é chamado de doutor no Brasil, todos sabemos disto. Porém no caso em questão, me parece submissão antecipada a uma pessoa que teve seu nome achincalhado por denúncias ao que parece fundamentadas de um jornalista investigativo do esporte, com comprovações do MP e da CGU, e depois passou a perseguir o Bernardinho e os jogadores de nossa seleção no mundial da Polônia. Chamar esta pessoa de doutor é no mínimo falta de respeito com todos os verdadeiros doutores que possuem DOUTORADO neste país e com todos aqueles que amam o vôlei brasileiro. Menos Ricardo Trade, senão você não vai chegar a ser um legitimo bacalhau MORHUA, será sempre um peixe salgado metido a bacalhau. VAMOS TORCER! VAMOS COBRAR! Sr. Bacalhau!rsrsrs.

MaisRecentes

Dentil/Praia Clube e Sesc abrem vantagem



Continue Lendo

Corinthians faz melhor jogo na Superliga



Continue Lendo

Coluna: A imprevisível Superliga feminina



Continue Lendo