Vôlei Futuro é a decepção do turno



O Vôlei Futuro encerra sua campanha no primeiro turno da Superliga masculina contra o Soya/Blumenau/Martplus. Independentemente do resultado, a campanha do time de Araçatuba, de quem se espera tanto com Ricardinho, Vissotto, Lucão, Mário Júnior, Camejo, é decepcionante.

São seis vitórias e sete derrotas, aproveitamento que chegará a 50% caso bata os catarinenses nesta quarta.

Lesões, suspensão por problemas disciplinares, um técnico sem tanta bagagem, falta de entrosamento dos selecionáveis. Os fatores que explicam o baixo rendimento são inúmeros. Para você, qual o mais convincente? Para ajudar, a campanha completa.

25/11 Volta Redonda 2 x 3 Vôlei Futuro
27/11 Fátima/Mediquímica/Sogipa 3 x 2 Vôlei Futuro
2/12 Vôlei Futuro 3 x 1 BMG/Montes Claros
9/12 Vôlei Futuro 2 x 3 Sesi/São Paulo
11/12 Vôlei Futuro 3 x 0 Pinheiros/SKY
13/12 Vôlei Futuro 2 x 3 Cimed
16/12 Sada/Cruzeiro 3 x 1 Vôlei Futuro
18/12 Vivo/Minas 2 x 3 Vôlei Futuro
21/12 Medley/Campinas 3 x 2 Vôlei Futuro
4/1 Londrina/Sercomtel 3 x 0 Vôlei Futuro
8/1 Santo André/Spread 1 x 3 Vôlei Futuro
11/1 Vôlei Futuro 2 x 3 BMG/São Bernardo
15/1 Vôlei Futuro 3 x 2 São Caetano/Tamoyo



MaisRecentes

Conheça Kadu, a novidade da Seleção nos jogos pré-Mundial



Continue Lendo

Em dia de justa homenagem por ouro em Pequim, Brasil perde a quarta seguida



Continue Lendo

Coluna: Uma semana estranha para o vôlei brasileiro



Continue Lendo