Vôlei Futuro correndo sério risco



A antepenúltima rodada da fase de classificação da Superliga masculina deixou o Vôlei Futuro em situação delicada.

O time caiu da sétima para a nona colocação após derrota por 3 a 0 para o Volta Redonda, em confronto direto pelas últimas vagas em disputa para os playoffs. Na classificação, os dois rivais, mais o São Bernardo, possuem 24 pontos e oito vitórias. O desempate acontece nos sets average, com cariocas e o time do ABC dentro do G8 graças aos sets average (0,864; 0,711 e 0,674, respectivamente).

O atual vice-campeão nacional terá agora duas pedreiras pela frente no Plácido Rocha: o Vivo/Minas, que ainda briga pelo quarto lugar, e o vice-líder Sada/Cruzeiro. Vai precisar pontuar de qualquer forma para seguir sonhando com a vaga.

Volta Redonda e São Bernardo ainda terão um confronto direto, na próxima rodada, fazendo com que o vencedor fique bem perto de uma das vagas. Na rodada final, os cariocas receberão o Sesi, enquanto os paulistas jogarão em Pindamonhangaba contra o lanterna Funvic/Midia Fone.

Muitos tratam a campanha ruim do Vôlei Futuro como tragédia anunciada após a indefinição sobre a manutenção do time após a perda do título para o Sada/Cruzeiro, a debandada de vários jogadores de nível… Não deixa de ser chocante ver um candidato ao caneco na temporada passada estar à beira da eliminação agora. Fico imaginando, então, os desdobramentos se isso vier realmente a acontecer… Espero que os dirigentes de Araçatuba não matem um projeto tão bacana.

Por fim, a rodada de sábado deixou a briga acirrada também pela liderança, com o Sada/Cruzeiro diminuindo para um ponto a vantagem do RJX. Se o Sesi não tivesse bobeado contra o Super Imperatriz, também poderia estar sonhando ainda com a ponta. Os resultados também deixaram um mísero pontinho separando Medley/Campinas e Vivo/Minas do quarto lugar, ocupado pelo Móveis Kappesberg/Canoas. Como escrevi em um post recente, as últimas rodadas serão de tirar o fôlego.



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo