Vivo/Minas na semi. RJ Vôlei fechará as portas?



O Vivo/Minas se juntou ao Brasil Kirin entre os semifinalistas da Superliga masculina, ao vencer o RJ Vôlei, no Tijuca, por 3 a 1, na noite de terça-feira.

Resultado esperado ao se colocar na balança os problemas que os cariocas tiveram na temporada. O Minas espera agora pela classificação do Sada/Cruzeiro para fazer mais um clássico em busca de vaga na decisão.

Para sonhar em ir mais longe, o Vivo/Minas precisa de uma linha de passe mais consistente. Lucas Loh e Maurício são bons jogadores, Rapha é uma boa opção no banco, Léo Mineiro foi o destaque no jogo de ontem. Mas é preciso regularidade, tanto no passe quanto no ataque. E não é isso que tenho visto, sobrecarregando Filip, o homem de segurança.

Sobre o futuro do RJ, algumas interrogações ainda. O fato de o patronício de Furnas durar até 2016 serve como esperança para o projeto não morrer. Logicamente, os valores são insuficientes, mas já existe movimentação para tentar manter os demais apoiadores que entraram após a debandada de Eike. É preciso esperar mais um pouco.

Por fim, um registro que acho muito válido. Riad jogou toda a Superliga sem receber um centavo. Não fez corpo mole, foi profissional do começo ao fim e merece aplausos.

 



MaisRecentes

Fernanda Tomé é novidade em nova lista para o Mundial



Continue Lendo

Vaivém: Mais uma estrangeira na próxima Superliga



Continue Lendo

Simon veste camisa do Civitanova. Vem novela judicial aí!



Continue Lendo