Vitória maiúscula do Brasil Kirin



O 25 a 14 do quarto set explica bem a superioridade do Brasil Kirin, na noite desta sexta-feira, no duelo contra o Funvic/Taubaté.

O placar garantiu a vitória por 3 sets a 1, no Ginásio do Taquaral, em Campinas, e forçou a realização do terceiro e decisivo confronto para definição do rival do Sada/Cruzeiro na final da Superliga masculina.

Concordo com Marco Freitas, comentarista do SporTV. O levantador argentino Demian Gonzalez foi o nome da partida e deveria ter levado o Troféu VivaVôlei. Ele teve uma precisão acima da média na distribuição e ditou o ritmo na vitória dos donos da casa. Mas o público optou pelo líbero Tiago Brendle, algo que já virou rotina nos jogos televisionados da equipe. Paciência!

Olteanu teve boa atuação (Cinara Piccolo/Divulgação)

Olteanu teve boa atuação (Cinara Piccolo/Divulgação)

Vale destacar ainda a atuação coletiva do Brasil Kirin. Lucas Lóh, o grande nome do elenco e contratado para ser o protagonista nesta temporada, começou no banco de reservas. Ele havia sofrido uma forte torção no tornozelo na abertura do playoff. Sem ele, Piá seguiu sendo titular e o romeno Olteanu voltou a ganhar uma chance. Mas a nova formação precisou ser mudada no início do terceiro set, quando Piá sentiu uma distensão na virilha. Lóh, nitidamente inseguro para fazer todos os movimentos de salto, entrou, viu o Brasil Kirin perder aquela parcial, mas ajudou no triunfo, que teve ainda boa participação dos centrais Luizinho e Maurício, tanto no bloqueio quanto no saque.

Pelo lado de Taubaté, Lucarelli foi o único a ter atuação acima da média. Carregou o time nas costas em boa parte do jogo no fundamento ataque. A lamentar o destempero do ponta no terceiro set, após um ataque que resvalou em Brendle e havia sido marcado como bola fora. Ele invadiu o lado de quadra do Brasil Kirin para reclamar. O árbitro Paulo Beal, ajudado pelos auxiliares, corrigiu a marcação e deu ponto para Taubaté. E também com acerto aplicou vermelho em Lucarelli, que depois parecia estar até constrangido pelo exagero na reclamação.



MaisRecentes

Seguro, Brasil vence zebra europeia e está na fase final do Mundial



Continue Lendo

Brasil larga bem na segunda fase do Mundial



Continue Lendo

Os prováveis participantes do Mundial masculino de clubes



Continue Lendo