Vissotto tem arritmia durante jogo na Itália



Leandro Vissotto deu um susto na tarde de hoje, durante a partida entre Cuneo e Macerata, pela semifinal do Campeonato Italiano.

Anexo foto de Tarantini publicada pelo site Volleyball.it, durante a saída do atleta de quadra.

Atendimento ao oposto brasileiro

No início do segundo set, o oposto brasileiro passou mal e precisou ser atendido. No banco de reserva, era nítida a preocupação com o jogador, que não voltou mais para o jogo.  Segundo  sites italianos, ele teve taquicardia e foi encaminhado para fazer exames mais detalhados em um hospital.

Sem o principal atacante, o Cuneo foi derrotado 25-20, 25-17 e 26-24 e está fora da disputa pelo scudetto.

Pelo Twitter, ele tranquilizou, em português, os fãs.

“Eu estou bem, tive uma arritmia e já estão sob os cuidados! Estou muito triste pela eliminação e por não poder ajudar a equipe”

Na próxima semana, o nome de Vissotto deve estar na lista dos convocados para a Liga Mundial, competição que será preparatória para a Olimpíada de Londres.



  • Caco

    Que pena! Em pleno ano olímpico… Pela foto estava meio perdido. Tomara que não seja nada de mais.

  • Mauricio

    será o excesso de treinamento e muita pressão por resultado depositada nos atletas? tanto se fala de mortes súbitas e desgaste, por que muito pouco se fala (ou se estuda) sobre as causas desses sustos?

  • celso

    Foi muito bom ver o Wagner Love chorando, na eliminação do menguinho. O cHORORÔ VAI continuar mulambada.

    • Rodrigo

      ???????????

  • Eduardo Araujo

    Não sei vcs, a 3 meses atrás eu nunca tinha ouvido falar de jogador de volei morrendo na quadra…, a pouco tempo morreu um jogador italiano eu acho e agora morreu uma jogadora da venezuela, achava que isso somente acontecia no futebol, agora o vissotto quase vai também…, será que ele vai ser convocado para a seleção, com esse problema? e também não sei se os clubes de volei fazem os mesmos exames que os clubes de futebol aqui no Brasil, vc sabe se fazem Daniel? senão é bom começar a fazer, já tem algum tempo, naquele quadro grandes entrevistas, o Murilo falava que não conseguia andar com a Jaqueline pq tanto ela como ele não aguentavam e por causa do esporte, eles não tem uma vida saudavel.

    • Lucas

      Exames de rotina fazem sim. Todo início de temporada.
      O problema é q uma arritimia dessas pode aparecer de uma hora para a outra, cabe ao atleta conhecer seu corpo e avisar aos médicos alguma alteração.
      Quanto à vida saudável, por mais estranho q pareça atleta profissional nenhum tem vida saudável. O esforço é muito grande e o desgaste de articulações e cartilagens também. É o preço q se paga.

  • Luiz Augusto

    Precisa fazer exames, ver a dieta, o ritmo de vida, mas acredito que não seja nada sério. Ele é um jogador excelente que não pode ficar de fora.

  • Felipe Lima

    Até onde o “esporte de alto rendimento” pode ser considerado saudável? Essa onda de mortes durante treinos/jogos assusta por que os atletas TEORICAMENTE possuem resistência cardiovascular maior.
    Será que podemos dizer que chegamos “ao limite” nos esportes?

  • Luiz

    Vssotto afinou? Novidade!!!

    • joao

      Amigo, como assim afinou?
      A questão de saúde do jogador não tem nenhuma relação com o fato dele ser decisivo ou não!
      Não sei se entendi errado o seu comentário, mas se não, ele foi de péssimo gosto!

  • Luiz

    Mas, ele não estava no twitter se autoproclamando Thor, o Deus do trovão?

    Contudo, espero que não seja nada grave. Melhoras para ele!

  • Jairo(RJ)

    Força Vissotto!

  • Luiz

    Meu professor de fisIologia já defendia a tese que o esporte de alto rendimento faz mal a saude.

    Eduardo na verdade o controle (pelomenos na minha epoca) era muito maior no volei que no futebol, porem a carga de treinamentos e jogos são também muito maiores, diferente do futebol, no volei se treina no minimo dois periodos todos os dias (a clubes que são 3 periodos) e existentem treinamentos pré jogos por exemplo o jogo e a tarde se treina de manhã no dia da partida e não a piscina ou massagem pós jogo é treino novamente e normalmente mais fortes do que de costume.

  • Marcelo

    Pelo que sei a arritmia não acusa sintomas, você tem o problema e pode fazer as atividades do dia a dia sem nada sentir. Acho que é algum problema em alguma válvula no coração que causa descargas elétricas fora do normal… daí só controlando a base de remédio ou indo pra faca. Acho que exames de router ou de esforço em esteira podem indicar alguma anormalidade.

MaisRecentes

A velocidade do Sesc, com Thiaguinho, impressiona



Continue Lendo

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo