A virada sofrida em Macau



Um apagão interrompeu Itália x Tailândia, em Bari, nesta sexta-feira. Outro apagão fez o Brasil perder o primeiro jogo no Grand Prix.

Nesta madrugada, em Macau, na China, as bicampeãs olímpicas perderam de virada para a Sérvia, parciais de 16-25, 29-31, 25-19, 25-19 e 18-16. E o passe foi um dos vilões.

Boskovic deitou e rolou, marcando 30 pontos (FIVB Divulgação)

Boskovic deitou e rolou, marcando 30 pontos (FIVB Divulgação)

José Roberto Guimarães saiu jogando com Fernanda Garay e Natália como titulares, mas usou Jaqueline e Gabi durante a partida. Mas a instabilidade em um fundamento tão importante foi decisiva para construção do resultado negativo.  Foram nove aces da Sérvia na partida, cinco deles feitos pela ponta Mihajlovic, ex-Rexona.  Apenas ela fez mais pontos no saque do que todo o time brasileiro (quatro).

A virada de bola sérvia também foi melhor do que a brasileira. Basta ver os números de Boskovic e Mihajlovic no ataque: foram 46 pontos da dupla apenas neste fundamento.

Um sinal de alerta não apenas para o restante da campanha brasileira no Grand Prix, mas principalmente para a Rio-2016. Vale sempre lembrar que o Brasil, por ter caído em um grupo mais “light” na primeira fase deverá ter um cruzamento bem forte já nas quartas de final.

 

 

 



MaisRecentes

Veja como seriam hoje os grupos do Pré-Olímpico para Tóquio-2020



Continue Lendo

Itália, Sérvia, Holanda e China nas semifinais do Mundial



Continue Lendo

Sérvia e China mais perto das semifinais do Mundial



Continue Lendo