Vem aí o Mundial de Clubes em Betim!



Durante a semana foram oficializados detalhes do próximo Mundial masculino de clubes, que será disputado em Betim (MG), entre 27 e 31 de outubro.

A competição voltou a encolher, culpa da crise econômica, segundo os organizadores. Não serão mais oito, mas sim seis participantes, que ficaram divididos da seguinte forma:

Grupo A – Sada/Cruzeiro (Brasil), Capitanes de Arecibo (Porto Rico) e Zenit Kazan (Rússia)

Grupo B – Paykan Teheran (Irã), UPCN (Argentina) e Al-Ahly (Egito)

A divisão dos grupos impedirá uma “final antecipada” entre russos e brasileiros na semifinal. E certamente será o jogo que todo mundo estará de olho na região metropolitana de BH.

Zenit ao conquistar a Liga dos Campeões da Europa (Divulgação)

Zenit ao conquistar a Liga dos Campeões da Europa (Divulgação)

O Zenit Kazan tem em seu elenco o americano Matt Anderson, melhor jogador da última Copa do Mundo, o cubano Wilfredo Leon, fenômeno que apareceu aos 16 anos e está se naturalizando polonês, além de vários russos que defendem ou defenderam a seleção: Mikhailov, Sivozhelez, Spiridonov, Apalikov, Kuleshov, Verbov, entre outros. Um verdadeiro timaço!

Dos demais participantes, Paykan Teheran e UPCN tentarão estragar a final dos sonhos (dos organizadores). O time iraniano é a base da seleção do Irã, que em 2014 assombrou o mundo, mas que não conseguiu repetir os bons resultados em 2015. Estão no grupo Ghaemi, Mousavi e Mirzajanpour. Já a UPCN mostrou nas últimas temporadas que merece muito respeito. O time argentino se reforçou com estrangeiros, como o ponta búlgaro Todor Aleksiev, que terá a companhia do compatriota Nikolay Uchikov (oposto). Chegou também o levantador dinamarquês Axel Jacobsen, substituto de Demian Gonzalez, agora no Brasil Kirin. A UPCN conta ainda com o central brasileiro Lucas Rangel, de 2,08m, que vem de passagem pela Grécia (PAOK) e Espanha (Teruel). Já os destaques da casa são Filardi, Ramos, Garrocq, Lazo e Guzmán, representantes da seleção principal ou de base da Argentina.

Já o Sada manteve a tradição da manutenção do elenco, tendo uma equipe titular que se repete há anos: William, Wallace, Filipe, Leal, Isac, Eder e Serginho. Time experiente e que possui no entrosamento sua grande arma.

Por fim, vai ser interessante ver, agora como rivais, Leal e Leon, cubanos vice-campeões mundiais em 2010, na Itália.

PS: Acrescentando informação importante. Campeonato mais uma vez será transmitido pelos canais ESPN.



MaisRecentes

Vaivém: “Livre”, Thaisa seguirá atuando no Brasil



Continue Lendo

Jaqueline chega ao Japão para substituir Drussyla



Continue Lendo

Vaivém: Abouba espera aproveitar chance da vida no EMS/Taubaté



Continue Lendo