Vamos botar o dedo na ferida?



Carta aberta aos dirigentes da CBV

Passou da hora de vossas senhorias botarem o dedo na ferida e mexerem de uma vez por todas no nosso calendário. Criar a Copa do Brasil, o Jogo das Estrelas e ter uma Superliga mais extensa, com uma tabela mais inteligente, sem tanto atropelo entre as partidas. Todos os grandes torneios europeus, por exemplo, já tiveram várias rodadas e não precisam de jogos aos sábados, terças, quintas e domingos…

Com a Copa do Brasil e o Jogo dos Estrelas, é possível resolver a concentração dos jogos no eixo Sul-Sudeste. Escolha uma grande capital nas outras regiões do país e faça a festa, CBV. Interessados com dinheiro não faltariam. Tenho certeza de que Globo/SporTV, que transmitem a Superliga e pagam alguns milhões de reais por isso, também seriam parceiros na nova empreitada. A Globo, por exemplo, transmite o Jogos das Estrelas do NBB, uma liga mais nova, sem tantos astros e com o basquete tentando se reerguer.

Que fique claro, senhores, o pedido não é apenas meu. Vários jogadores se mostram favoráveis e publicamente já defenderam as mesmas ideias. Clubes também desejam estar ativos durante um tempo maior, já que usam os atletas por no máximo sete meses e os pagam por toda a temporada.

Não creio que seja difícil fazer tais mudanças. Basta um pouco mais de diálogo e vontade.

Desde já, obrigado pela atenção!

Daniel Bortoletto

PS: Texto publicada em novembro do ano passado. Talvez eu o republique a cada time que fechar as portas no Brasil. A saída de um patrocinador não é pontual. Ela é decorrente de falhas no sistema, que merecem uma discussão mais ampla e profunda.



  • Emanuella

    esse texto será eternamente atual até a coisa mudar.
    Lamentavel o descaso da CBV com o volei do Brasil. Será que esse outro cartola vai mudar alguma coisa??
    Os atletas tem que se mexer, cabe somente a eles. Que façam uma liga paralela, podiam pelo menos fazer uma copa do Brasil paralela desligada da CBV.

  • Cleverton

    Você só errou ao citar a Globo/Sportv. Pra mim ai esta um dos grandes problemas da superliga, o descaso por parte da Globo. São 100 jogos e quantos foram transmitidos? Sportv exibindo jogos as 21:30 h e quem trabalha? E os atletas como ficam? O vôlei e o basquete também citado nesse post precisam urgentemente sair das mãos da Globo. Acho engraçado pois a CBV é dona dos direitos do vôlei mas não manda em nada, se tornou pau mandado. Tem que colocar uma cláusula no contrato avisando a emissora com os direitos de transmissão se não houver 50% dos jogos transmitidos em tv aberta e em horários específicos, o contrato será cancelado

    • Kelson

      O maior problema da globo é o questionamento já feito a muito tempo pelos patrocinadores que são “lesados” pela globo toda vez que esta teima em não dizer o nome do time, que normalmente é o nome do patrocinador. Quem acompanha de verdade o esporte sabe que jaraguá era malwee, osasco era BCN, depois finasa, assim com Rio de Janeiro é Ades. No futebol isso tambem ocorre, pois o audax era o sendas, mas a globo pressionou e o time mudou.

  • juliana

    cbv precisa de mundação ja

  • Brasil

    Não mudaria um vírgula de seu texto. Concordo com tudo. Já chega. Está na hora de uma mudança imediata. O volei é o esporte mais premiado da história do Brasil. E o nível de nossa competição é amador! A seleção Brasileira de futebol está capengando. A seleção Brasileira de Basquete está tentando ressurgir. A seleção Brasileira de Natação, ou melhor, o Cesar Cielo, extremamente singular. No automobilismo somos meros coadjuvantes, desde que nosso eterno ídolo Ayrton Senna se foi. No Hipismo nada. No Atletismo nada. No Handebol nada. No tênis nada literalmente. Porque não valorizar o que temos de tão melhor? Nós somos os melhores do mundo no volei.

  • bola

    Cuidado,muito cuidado aonde você vai colocar o dedo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • maria tereza

    E tem mais o ano que vem tem a Copa do Munda da FIFA imagina o que a globo não vai fazer se brincar a SL 2013/2014, acaba em janeiro para eles terem mais tempo e espaços para encher o nosso saco com Neymar e companhia limitada a atenção dada ao futebol em detrimento aos outros esportes principalmente na globo já é absurdo imagina em ano de copa no Brasil só vamos ver vôlei nos mundias a partir de outubro e olhe lá se tiverem interesse em transmitir eu lembro que o último no masculino que transmitiu foi a Band.

  • NÃO ADIANTA NADA FICARMOS AQUI DISCUTINDO NO SITE. TEMOS, SIM, QUE FAZER PRESSÃO JUNTO À CBV (E A OUTRAS CONFEDERAÇÕES TAMBÉM) PARA TIRÁ-LAS DA GLOBO. ASSIM, O ESPORTE SE TORNARÁ MAIS POPULAR E MILHÕES DE BRASILERIOS TERÃO A CHANCE DE VER OS ÍDOLOS DO VOLEY, DO BASQUETE E OUTROS ESPORTES. CHEGA DE REDE GLOBO COMPRANDO CAMPEONATOS E NÃO OS PASSANDO (VIDE O FUTEBOL QUE É COMPRADO PELA MESMA E, MESMO SENDO FLAMENGUISTA, ELA SÓ PASSA JOGOS DO FLAMENGO E ALGUNS OUTROS TIMES. ACHO QUE ESTÁ MAIS DO QUE NA HORA DE NOSSOS REPRESENTANTES NO CONGRESSO OLHAREM ISTO COM CARINHO E TIRAR ESTE MONOPÓLIO, NOCIVO AO NOSSO ESPORTE, DESTA TV QUE SÓ FAZ MAL AOS ATLETAS, AOS CLUBES E AOS PATROCINADORES. COMO JÁ DIZIA UM VELHO REFRÃO: O POVO NÃO É BOBO, ABAIXO A REDE GLOBO!!!

  • Luiz

    Dedo na ferida? A coisa tende a piorar ainda mais, meu caro, já que a rede Globo tem perdido feio para a Record e SBT sempre que transmite vôlei. Teremos tempos piores no vôlei. É só ver que 3 times do masculino podem terminar de vez.

    • meyre

      Volei Futuro, Florianopolis, Sao Bernardo e agora o Campinas!!
      Muito triste a situação do volei brasileiro e ninguém faz nada. Estou indignada.

      • Eduardo

        perde no ibope por culpa dela mesmo. ou acha que passando um jogo por superliga vai conseguir atrair alguma audiência? não é seleção, a globo precisaria criar um hábito nos telespectadores pra que possam se interessar a ver disputas de clubes ate entao desconhecidos da grande maioria que assiste tv aberta. globo parece querer cobrar um resultado , mas nao faz nada pra que isso aconteça

        • Luiz

          Exatamente. Disse TUDO. Mas, você sabe muito bem que, se ela decidir parar de transmitir os jogos, vai jogar a culpa no esporte em sí, mas NUNCA em suas ações – ou falta delas.

          • Andréa

            Eu só assisto jogo na Globo porque sou muito fanática, pois é insuportável assistir nessa emissora… os comentaristas só falam besteira, o Tande não sabe nem o nome dos jogadores, ficam querendo ensinar as regras… terrível!!!

  • A campanha #UnidosPorUmaSuperligaMelhor não deve ficar somente nas redes sociais. Jogadores e dirigentes também devem se mexer! Acessem http://goo.gl/lvTst

  • Gustavo

    O problema não está na globo, o problema está na CBV, que suga os direitos autorais pagos pela globo, pela gol, pela olympicus, pela Gatorade que patrocinam a liga, mas o dinheiro desse patrocínio clube nenhum vê.Para onde vai os milhões de reais pagos por essas empresas?”Vai para as viagens, para os hotéis que a cbv arca”, não..quem arca com tudo isso é o próprio clube, inclusive com as despesas da transmissão dos jogos.A CBV não dá suporte algum aos clubes brasileiros, que tem seus atletas durante 6 ou 7 meses(alguns nem isso, pois têm compromissos com a seleção brasileira, chegam lesionados e ás vezes nem participam da liga pelo seu clube, que arca com o “resto do atleta” que sobra da liga mundial, da olimpíada, do grand prix).O problema não é a globo, é a CBV, a globo é aliada, visto que ainda compra os direitos autorais de um esporte que não interessa a maioria das empresas, que não dá retorno financeiro e ultimamente nem audiência dá.Cabe a CBV tomar algumas providencias, como o próprio blogueiro deu de exemplo, como aumentar o calendário e criar a Copa do Brasil de Volei, mas principalmente, começar a suportar os clubes e repassar a grana toda que esses 20 anos, só ficou pra comissão que pouco ou nada fez para os clubes nacionais.

  • Eduardo

    Pessoal, é triste a situação de nosso esporte mais ganhador. Tenho certeza que tem poucos ganhando muito com esses patrocinios a SL, e aqueles que verdadeiramente deviam receber a grana não veem nem de perto a cor do dinheiro.
    E, qdo digo isso me refiro aos clubes sim, que são administrados por pessoas abnegadas ao volei
    , que lutam para bancar salarios, estrutura para os atletas e que a cada dia fecham , por falta de dinheiro.
    E a cbv precisa de lucro? não né.
    Ela precisa de dinheiro para manutenção, apenas isso.

  • Thiago Graça

    Galera o voleibol é sujo assim como o futebol. Só que diferente do Futebol vem dando resultado, e o que esta dando certo não é mudado .Quando o ministério Publico receber uma denuncia contra a CBV a coisa vai feder. E ai os senhores verão que é Ary Graça e Carlos Arthur Nuzmam. A globo ajuda a encobertar.
    O ministério Publico tinha que fiscalizar algumas Empresas que tem contratos com o COB e com a CBV. Alguem já houviu falar de uma empresa de 3 siglas (não vou escrever o nome) que tem contrato com a cbv ? Sabem que realmente é o dono da empresa ?

    outros pontos:
    * A globo tem contrato com a CBV pelos direitos de transmissão da superliga (tv aberta e fechada), os senhores sabiam que os clubes não recebem pelos direitos de transmissão.

    * Vocês sabem quanto recebe um Árbitro para apitar a superliga ? Fiquei sabendo que por 3 ou 4 temparada o valor não é reajustado. A cbv paga de mês em mês e desconta de 8 a 10% de cada Árbitro. Tem federação que cobra dinheiro do Árbitro para apitarem superliga de R$ 50,00 a R$120.

    Rogerio Loureiro foi corajoso ao propor a criação de uma liga com o direito de transmissão sendo dividido entre os clubes. Além disso, os nomes do Patrocinadores deveriam ser vinculados aos clubes durante a transmissão.

    A duração da liga tinha que ser maior do que a superliga; com 1 jogo durante a semana e outro durante o final de semana + dias de folga. Pois o que vem acontecendo na superliga é desumano, 3 jogos durante uma semana, alavancando o número de lesões.

    Seria legal ver Esporte Interativo passar todos os jogos da “liga” na tv aberta como fez com o campeonato do Nordeste de Futebol (esporte interativo nordeste). Quem sabe a Fox Sport , Espn ou Band Sports tivessem o direito de transmitirem os jogos com a vinculação dos nomes dos patrocinadores… etc.

    40% do valor deveriam ser destinados a liga que Administraria os gastos da competição. Os outros 60 % seriam repartidos pelos clubes.

    Rogerio Loureiro sei que é briga de cachorro grande, corra atrás para que possamos acabar com esse negocio de todo final de superliga 3 , 4 equipes sumirem do mapa.
    Rogerio, seria importante que essa liga tenha equipes do centro oeste, norte e nordeste.

  • Thiago Graça

    não apaguem meu comentario. Iss é brincadeira. Quero minha piniã aqui.

  • Speed Volleyball

    Dedo na ferida… lembra o rap do Emicida. Mas é isso mesmo. Concordo plenamente em número, gênero e grau com o que está escrito no post e, em parte, com o que está escrito nos comentários. Se tem uma organização que está “matando” o esporte aqui no Brasil, essa organização é a Globo. E detelhe: mesmo com os perrengues, o vôlei conseguiu 6 medalhas olímpicas nas últimas 4 Olimpíadas (1 bronze e 2 ouros no feminino e 1 ouro e 2 pratas no masculino, fora as do vôlei de praia). E o badalado futebol, o que conseguiu nesse período? 1 Copa do Mundo (2002), 2 pratas com o feminino (2004 e 2008) — aliás, a situação do futebol feminino é VERGONHOSA aqui — , 1 bronze e 1 prata com o masculino (2008 e 2012, respectivamente).

  • Erickson

    Olha que idéia legal.. A organização do Basquete Masculino está muito boa. São diversas equipes (salvo engano a liga tem 17). Além disso, têm as Copas do Brasil (Regional) e os vencedores disputam a Super Copa do Brasil (nacional). Os dois primeiros colocados disputam com os dois últimos da liga (NBB) o direito de disputar a próxima edição (do NBB).

    http://www.cbb.com.br/PortalCBB/Noticias/Show/10994

  • Eduardo

    Galera, essa declaração do Gustavo de mudar o calendario é perfeita, mas acho só que a idéia da copa do brasil, deveria ser como a de futebol. Deveria abranger todos os pequenos projetos
    pelo Brasil afora, dando a chance desses projetos pequenos aparecerem na midia e assim se valorizarem, cidades que jamais imaginaram ver grandes equipes vendo e apoiando seu time (muitos com jogadores da própria cidade).
    Seria muito legal e tambem uma nova fonte de surgimento de atletas.
    Ja imaginaram que legal um jogo entre Rjx e uma equipe do Maranhão, Ceará, etc.
    Seria o evento do ano na cidade.
    Abraços.

MaisRecentes

Sada/Cruzeiro sofre com o “próprio veneno” no Mundial



Continue Lendo

Copa Brasil com TV apenas na final



Continue Lendo

Os seis jogos finais do turno da Superliga masculina



Continue Lendo