Vaivém: William diz adeus ao Cruzeiro



O levantador William confirmou, nesta quarta-feira, a saída do Sada/Cruzeiro rumo ao Sesi.

O campeão olímpico escreveu, nas redes sociais, um texto de agradecimento após sete anos no clube mineiro e um caminhão de conquistas estaduais, nacionais, continentais e mundiais no período.

Segue na íntegra a postagem do jogador:

“O até breve. O Prof Clóvis de Barros Filho, um dos pensadores contemporâneos que mais admiro, diz que toda tomada de decisão será angustiante. Pois você nunca saberá se o caminho escolhido foi o melhor. Mas a decisão precisa ser tomada. 7 anos atrás tomei essa decisão ao deixar a Argentina, e voltar para o Brasil. Deixei um projeto vitorioso, e a possibilidade de me naturalizar e disputar campeonatos mundiais e olimpíadas, pela vontade de estar mais próximo da minha família. Voltei para defender o Sada Cruzeiro, onde me tornaria o #Campeãodetudo.
O momento da angústia apareceu novamente, e a decisão foi tomada. Em busca de um novo desafio e por estar aínda mais próximo da minha família, deixo talvez, o maior time de vôlei de todos os tempos, mas com a certeza de dever cumprido. Anos de dedicação, comprometimento e muita, mas muita vontade. O destino agora é São Paulo, o Sesi.
Agradeço a família Medioli, em nome do Sr Vittorio e Alberto pelo respeito e carinho comigo e minha família. A Sra Laura, que jamais mediu esforços para que minha mulher se sentisse em casa logo nos primeiros dias de sua chegada. Suas filhas Daniela e Marina. Agradeço a Minas Gerais essa terra maravilhosa que sou filho e Pai. Aos amigos que aqui fiz, dentro e fora das quadras. E por fim, aos 9 milhões de torcedores do Sada Cruzeiro que foram e sempre serão a energia e o combustível dessa equipe.
Um agradecimento especial a comissão técnica e companheiros de equipe, que por maior que fosse a dificuldade, a enfrentava de peito aberto, sem medo, mas com muito respeito, sabendo que o nosso triunfo chegaria, com muito trabalho e dedicação.
Vida que segue… Sabendo que quando você é uma pessoa de bem, por mais difícil que seja o próximo desafio, o coração vai estar em paz para enfrentá-lo.
Fiquem com Deus.
William “el mago” Arjona”

William será uma das peças principais no processo de reformulação que passará o Sesi. Sem Bruninho, sem Serginho Escadinha, provavelmente sem Lucão, sem Riad e até Murilo… Os pontas Lipe e Lucas Loh são duas possibilidades de contratação para montagem de uma nova espinha dorsal. É importante citar os bons nomes jovens que o Sesi tem e precisa dar mais rodagem: Douglas Souza já é campeão olímpico, Vaccari, Alan Patrick, Leitzke, Fabio. Todos com potencial e que precisam de mais espaço.



MaisRecentes

Minas e Dentil/Praia Clube conhecem rivais no Mundial



Continue Lendo

Nova TV, papo com arbitragem e descontração: a apresentação da Superliga



Continue Lendo

Veja como seriam hoje os grupos do Pré-Olímpico para Tóquio-2020



Continue Lendo