Vaivém: Vôlei Renata “importa” oposto Felipe Banderó



Felipe Banderó será um dos opostos do Vôlei Renata na temporada 2018/2019.

O jogador de 30 anos e 2,03m tem grande parte da carreira construída no exterior.

Revelado pelo Banespa e com título mundial juvenil no currículo com a Seleção Brasileira, Banderó acumula passagens por vários times italianos (Vibo Valentia, Corigliano e Castellana), além de participações nos campeonatos da Polônia, Suíça e Coreia do Sul.

Foram oito temporadas seguidas jogando fora do Brasil até a oportunidade de substituir Leandro Vissotto, destaque do Vôlei Renata na última temporada e que se transferiu para o EMS/Taubaté.

Banderó retorna para o vôlei brasileiro (Divulgação)

O acerto com Banderó confirma uma tendência do time de Campinas: a busca por reforços internacionais. Com um mercado nacional escasso e caro, a opção do Vôlei Renata foi recorrer aos brasileiros que estavam no exterior. Foi assim com o líbero Lukinha, que estava na Áustria, e com os pontas Bruno Canuto (Itália) e Bruno Temponi (França). Sem contar o retorno do argentino Demian Gonzalez.

LEIA TAMBÉM

+ Ribeirão repatria ponta que estava na Itália



MaisRecentes

Mais seguro, Brasil vence e está nas finais da Liga das Nações



Continue Lendo

Vaivém: Mais uma campeã da Superliga no Osasco/Audax



Continue Lendo

Na estreia de Lucas Lóh na Liga das Nações, Brasil se recupera



Continue Lendo