Vaivém: Vôlei Renata “importa” oposto Felipe Banderó



Felipe Banderó será um dos opostos do Vôlei Renata na temporada 2018/2019.

O jogador de 30 anos e 2,03m tem grande parte da carreira construída no exterior.

Revelado pelo Banespa e com título mundial juvenil no currículo com a Seleção Brasileira, Banderó acumula passagens por vários times italianos (Vibo Valentia, Corigliano e Castellana), além de participações nos campeonatos da Polônia, Suíça e Coreia do Sul.

Foram oito temporadas seguidas jogando fora do Brasil até a oportunidade de substituir Leandro Vissotto, destaque do Vôlei Renata na última temporada e que se transferiu para o EMS/Taubaté.

Banderó retorna para o vôlei brasileiro (Divulgação)

O acerto com Banderó confirma uma tendência do time de Campinas: a busca por reforços internacionais. Com um mercado nacional escasso e caro, a opção do Vôlei Renata foi recorrer aos brasileiros que estavam no exterior. Foi assim com o líbero Lukinha, que estava na Áustria, e com os pontas Bruno Canuto (Itália) e Bruno Temponi (França). Sem contar o retorno do argentino Demian Gonzalez.

LEIA TAMBÉM

+ Ribeirão repatria ponta que estava na Itália



MaisRecentes

Quem fica com as últimas vagas na Superliga masculina?



Continue Lendo

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo