Vaivém: Vôlei Renata anuncia oposto Alemão



O Vôlei Renata anunciou, nesta quarta-feira, um reforço para o restante do Campeonato Paulista: o oposto Alemão.

O jogador, de 1,96m e 30 anos, disputou a última Superliga por Montes Claros. Ele poderá estrear nesta sexta-feira, na partida contra o Sesi, no Ginásio do Taquaral, em Campinas, às 19h30.

Alemão está em Campinas desde terça-feira. Ele vinha mantendo a parte física em Belo Horizonte e chega para atender uma necessidade pontual do Vôlei Renata na temporada, após problemas físicos com Banderó e Dani, outros opostos do elenco.

Nas últimas rodadas, Horacio Dileo precisou improvisar um ponta na saída de rede.

– O Banderó precisa ficar em repouso até o final de setembro por ter passado por uma pequena cirurgia no nariz e só volta para a Superliga. Achamos interessante buscar alguém no mercado para solucionar o problema. Acreditamos bastante no Dani, mas o calendário do juvenil vai exigir bastante dele também. Então para preservar o conjunto e não perder a intensidade nos treinamentos e nos jogos, preferimos trazer um novo jogador – comentou André Heller, coordenador técnico do Vôlei Renata.

Alemão já treina no Taquaral (Divulgação Vôlei Renata)

Campeão da Superliga defendendo o Sada/Cruzeiro, Alemão tem passagens por Vôlei Futuro, Juiz de Fora, Montes Claros e Maringá. O oposto ainda atuou no Unicaja/Almería, da Espanha, onde recebeu o troféu de melhor oposto da Superliga local na temporada 2016/2017.

Não confundir esse Alemão com o mesmo do Sada/Cruzeiro na temporada. O da equipe campineira é canhoto, enquanto o outro, destro, está agora em Ribeirão Preto.

– Não é a primeira vez que isso que chego em um time em plena atividade. Em Maringá aconteceu a mesma coisa. Lá trabalhei com o Horácio e boa parte da comissão técnica. Por isso, quando recebi o convite do Vôlei Renata não pensei duas vezes em vir. Estava acompanhando alguns jogos e vi que o time está em uma boa fase. Vou tentar encontrar meu espaço e ajudar da melhor forma possível – disse Alemão.

LEIA TAMBÉM

+ Superliga masculina deverá ter finais em melhor de cinco jogos



MaisRecentes

Coluna: Minas e um dia histórico para o vôlei nacional



Continue Lendo

O tremendo desafio de Minas e Dentil/Praia Clube no Mundial



Continue Lendo

Coluna: Sinal de alerta com as chuvas no Brasil



Continue Lendo