Vaivém: Vôlei Nestlé começa a confirmar equipe



O Vôlei Nestlé começou a confirmar, nesta quarta-feira, o elenco para a próxima temporada.

Depois de uma campanha abaixo da expectativa na última Superliga e convivendo com corte de orçamento, o time de Osasco oficializou a manutenção da levantadora Dani Lins.

Dani fica em Osasco. Já Thaisa deixou o time (Divulgação)

Dani fica em Osasco. Já Thaisa deixou o time (Divulgação)

– As expectativas são boas. Estou muito feliz por ter continuado na equipe que sempre me acolheu muito bem, desde nova quando cheguei de Recife com 15 anos. Estou contente por fazer parte desta reestruturação da equipe. Teremos algumas mudanças e um time com atletas mais novas. A mescla de juventude com experiência tem tudo para dar certo e estou confiante que faremos uma temporada superior à anterior – afirmou a levantadora que está em Saquarema, no Rio de Janeiro, treinando com a Seleção Brasileira, na preparação para os Jogos Olímpicos do Rio.

A frase de Dani deixa claro o processo de transformação do time, que não manteve as centrais Thaisa e Adenízia, além de perder as estrangeiras Van Hecke e Carcaces.

 



  • kleber

    Espero que Osasco monte um time competitivo.

  • Alan Fernandes

    Daniel, não há nenhuma novidade sobre a vinda da Tandara para o Osasco?
    Paula Borgos foi contratada mesmo? Virá alguma estrangeira para compor a equipe???

    • Daniel Bortoletto

      parte das perguntas respondidas no último post, Alan

  • Edu

    Dani Lins, junto com a Brait, aceitou a redução salarial imposta pelo Nestlé em resposta a temporada aquém dos investimentos da temporada 2015-16 para continuar.O Nestlé chegou a a sondar a Macris, hoje, sem clube, caso a resposta fosse a recusa.Pesou a situação do marido Sidão em continuar no Sesi na motivação pessoal amparo profissional do clube e diminuição salarial na comparação da temporada passada para ajuste deo orçamento.Por isso morar no eixo São Paulo-Osasco facilita a vida do casal.Nos dois anos de Nestlé Dani só fez efetivamente uma partida soberba por seu time.A primeira da fase de play offs contra o Rexona. No mais, nos dois anos, sofreu problemas na coluna ficando quase 3 meses afastada e jogando no modo não compromete mas não estabelece a diferença.Que nesse terceiro ano, enfim, faça a diferença.Talento , a principio, e vontade, não lhe falta.

MaisRecentes

Vaivém: Sidão animado com projeto corintiano



Continue Lendo

Vaivém: A apresentação de Serginho no Corinthians



Continue Lendo

Vaivém: Sesi oficializa mais dois nomes



Continue Lendo