Vaivém: Vissotto confirma volta à Itália



O oposto Leandro Vissotto confirmou que vai deixar o Brasil novamente.

O titular da Seleção anunciou que vai defender o Cuneo, vice-campeão italiano, na próxima temporada. O novo time do jogador, inclusive, perdeu a decisão para o Trentino, que foi defendido com muito sucesso pelo próprio Vissotto antes de o retorno dele para o Vôlei Futuro.

Na última Superliga, o gigante de 2,12m oscilou bons e maus momentos e não brilhou pela equipe de Araçatuba, que terminou em terceiro lugar na competição.

– Recebi também propostas de clubes da Rússia e da Turquia, mas como a próxima temporada vai anteceder as Olimpíadas de Londres, optei por jogar na Itália, que tem um campeonato de maior projeção e visibilidade. Além disso, como eu e minha família já moramos por vários anos no país, não teríamos nenhuma dificuldade com adaptação – disse.

Vissotto acrescenta que seu novo clube tem planos ambiciosos para a próxima temporada.

– O Cuneo ficou com o vice do último Campeonato Italiano e está investindo forte para conquistar o título, além de lutar pela Liga dos Campeões, em que tem vaga assegurada. Fiquei satisfeito com o acerto e vou me apresentar bastante motivado, logo após jogar a Liga Mundial com a seleção – finalizou.



  • Ismael

    Pouco entendemos da saída do Vissotto do VF. É uma pena perder ele para o exterior. Isso mostra ainda o quanto são frágeis os nossos clubes.

    Torço para que ele tenha sucesso nessa nova jornada e que volte em breve !

  • Nilton

    Galera desculpem… sinceramente o patrocinador faz o que quer com o dinheiro que tem nao é? E vamos falar no ventilador entao… O VISSOTO FEZ UMA SL MUITO ABAIXO DA MÉDIA. Foi contratado como estrela e nao rendeu.Ponto. O time nao precisa ficar com um jogador que mnao rendeu o esperado. Se o compararmos a outros opostos o rendimento dele foi muito aquém do desejado… Bom, nao gosto do voleibol do Vissoto, sinceramente nao o vejo nem com nível de selecionável, pois o que sobra na altura falta no talento, mas gosto é gosto… enfim…

    • Luciano

      Concordo com tudo que disse, acho que ainda se saiu bem, pois o Cuneo é time grande. Mais se ele jogar lá o que jogou aqui ele vai passar vergonha e será totalmente desacreditado da seleção.
      É que o Bernardo tem o poder de recuperar jogadores né, senão, acho que na seleção seria Wallace ( Sesi ) e Theo. Mais tb acredito que as maiores alegrias da posição serão oferecidas pelo Wallace ( Sada/cruzeiro ).

    • Vitor

      Palavras perfeitas. Não vejo a saída do Vissotto com um forma tão negativa como estão tratando. Ele pouco acrescentou a nossa Superliga. Saiu reclamando inclusive do jogo acelerado do Ricardinho. Concordo que por ter 2.12m ele deve receber bolas mais altas, mas isso é questão de treino e conversa. Deixar pra reclamar apenas depois da saída foi muito feio da parte dele.
      Se ele ficasse, seria ótimo, pois aos poucos ele poderia ir adaptando o jogo dele ao ritmo do Brasil. Mas ele preferiu voltar pra Itália. Na minha opinião foi a decisão mais acertada pra ele visando manter a titularidade da seleção.

      • Nilton

        E fala sério né galera… O vissoto reclamar dos levantamentos do Ricardinho é piada pronta né? kkkkkkkkkkkkkk.
        ele é alto, mas pega a bola abaixo do Wallace de minas…

  • Adriano

    Eu diria que na seleção ele alternou bons e maus momentos. No clube, ele foi apenas mal.

MaisRecentes

Os seis jogos finais do turno da Superliga masculina



Continue Lendo

Os duelos da Copa Brasil feminina



Continue Lendo

Lances do clássico Vôlei Nestlé x Sesc



Continue Lendo