Vaivém: Troca de cubanos no Minas



Jovem Bisset vai reforçar o Minas (Divulgação)

Bisset vai reforçar o Minas (Divulgação)

Uma nova aposta cubana no Minas para a temporada 20016/2017.

O clube mineiro contará com o jovem oposto Bisset, 21 anos e 2,00m. Ele é um daqueles fenômenos precoces da ilha caribenha, tendo estreado com apenas 16 anos na seleção adulta.

Bisset chegará ao Minas com a tarefa de substituir o compatriota Escobar, uma outra aposta feita pelo clube e que deu muito certo nos últimos anos. Escobar, que no domingo recebeu em Brasília o prêmio de maior pontuador da Superliga, deve fechar com o Suntory, do Japão. Raydel, outro cubano do Minas na última temporada, também está de partida.

Já escrevi em outras ocasiões e volto a repetir: sou favorável a esse tipo de investimento feito pelos clubes brasileiros. Logicamente existe a chance de o estrangeiro, ainda mais um jovem de 21 anos sofrer com a adaptação em um novo país e não vingar. Mas é o típico risco que eu, caso fosse gestor de um time, aceitaria correr após aprovar tecnicamente um jogador.

Em Belo Horizonte, Bisset, que já se encontra na cidade, será “vizinho” de Leal, cubano naturalizado brasileiro que defende com sucesso o Sada/Cruzeiro, e também de Simon, reforço de peso que os atuais tricampeões da Superliga vão trazer da Coreia.



MaisRecentes

Sorteio coloca EUA e Rússia no caminho do Brasil



Continue Lendo

Mundial masculino agora só com peixe graúdo



Continue Lendo

Quatro classificados e seis na briga por duas vagas no Mundial



Continue Lendo