Vaivém: Tássia comemora chance no Vôlei Nestlé



A líbero Tássia festeja a oportunidade de disputar o Campeonato Mundial de Clubes pelo Vôlei Nestlé como substituta de Camila Brait, grávida.

Para a jogadora de 28 anos nada melhor do que iniciar a nova temporada em uma competição deste quilate (confira aqui os grupos do torneio: http://blogs.lance.com.br/volei/os-grupos-do-mundial-feminino/)

Tássia já treina em Osasco (Divulgação)

Tássia já treina em Osasco (Divulgação)

– Fiquei emocionada quando soube que jogaria o Mundial pelo Vôlei Nestlé. Estou bem contente pela oportunidade, ainda mais porque nunca joguei essa competição. A alegria é maior ainda por estar representando a equipe de Osasco, um clube de peso e muita tradição. Encaro como uma chance única e pretendo agarrá-la da melhor maneira possível. Estou pronta para fazer meu melhor e trazer alegrias para nossa torcida – disse a jogadora.

O técnico Luizomar de Moura destaca as virtudes de Tássia e a eficiência do clube ao encontrar uma substituta para Camila Brait.

– Foi uma surpresa para todos não poder contar com a Camila Brait no Mundial. Fiquei muito feliz por ela, mas tivemos que ter rapidez e as coisas caminharam de uma maneira positiva para acertamos com a Tássia para o Mundial e próxima temporada. Ela é uma jogadora muito séria e que sempre me chamou a atenção por dar seu máximo. Espero que essa nova experiência venha agregar muito na carreira dela. O Spencer já trabalhou com a Tássia e nos trouxe as melhores referências. Estão todos ansiosos para que ela tenha uma grande temporada pelo Vôlei Nestlé – ressalta o treinador.



MaisRecentes

Zenit campeão com méritos. “Cubanos” dominam premiação



Continue Lendo

Sada/Cruzeiro sai do Mundial com bronze e cabeça erguida



Continue Lendo

Rodada define confrontos da Copa Brasil masculina



Continue Lendo