Vaivém: Rapha diz não aos euros poloneses



O levantador Rapha, do EMS/Taubaté, admitiu ter recebido uma tentadora proposta do Asseco Resovia, da Polônia, na casa dos 320 euros, aproximadamente R$ 1,3 milhão. Mas inicialmente a resposta do experiente jogador é negativa.

– É uma ótima proposta, claro, mas estou focando todas as minhas energias em poder terminar bem a Superliga e de ir em busca de sonhos aqui com o time. Não tenho interesse em sair porque fiquei muito tempo fora do Brasil – disse o capitão da equipe paulista.

Rapha praticamente construiu a carreira de sucesso no exterior. Ele jogou na Itália entre 2006 e 2013, conquistando todos os principais títulos do planeta pelo Trentino, além de passagem pela Rússia entre 2004 e 2006 e uma aventura no vôlei do Qatar.

Rapha ao lado de Otávio,
após jogo do Taubaté em Gramado (Divulgação)

Atualmente na terceira posição da Superliga Cimed Masculina, Taubaté tem uma acirrada disputa com Sesi e Minas pela colocação. Neste sábado, inclusive, confronto direto com os mineiros, em Belo Horizonte.

– O grupo está muito unido para conquistar os melhores resultados possíveis, principalmente, nesse final de returno. Assumir o segundo lugar seria excelente, mas estamos preferindo dar um passo de cada vez para que a gente possa melhorar e alcançar um objetivo gradativamente – disse Rapha.



MaisRecentes

Esperava um jogo tecnicamente melhor no Mineirinho



Continue Lendo

Reflexão sobre o momento da Seleção é necessária



Continue Lendo

O novo capítulo de uma relação conturbada entre Brait e Zé Roberto



Continue Lendo