Vaivém: Qual a fome do Sesc para a estreia na elite?



O mercado masculino do Brasil aguarda com ansiedade a estreia do Sesc na Superliga 2017/2018.

Depois de passar pela divisão de acesso, o projeto capitaneado por Giovane Gavio chegará à elite com a expectativa de se meter entre os grandes, com orçamento para se colocar no top 4.

Uma das novidades do time carioca será o repatriamento do ponta João Rafael, após duas temporadas no Molfetta. O ex-minastenista está na lista dos 12 convidados por Renan Dal Zotto para os treinos da Seleção Brasileira, em Saquarema. A apresentação do grupo, inclusive, será neste domingo.

João em ação pelo Molfetta (Divulgação)

João em ação pelo Molfetta (Divulgação)

João mostrou grande evolução no segundo ano de Itália. Mais jogos (26 x 21), mais pontos (345 x 194), melhor percentual no aproveitamento de ataque (48,2% x 46,4%), além de mais aces, mais pontos de bloqueios, etc.

O Molfetta terminou na décima posição, a cinco pontos da zona de classificação para os playoffs.

Um nome bem cotado no Sesc é o do oposto Renan Buiatti, que fez boa Superliga por Juiz de Fora.

Não me surpreenderá também ver algum campeão olímpico em 2016 fazendo parte do elenco de Giovane.



MaisRecentes

Atuação ruim tira Brasil da final da Copa Pan-Americana



Continue Lendo

Vôlei Renata anuncia novidades para a temporada



Continue Lendo

Jaqueline anuncia aposentadoria da Seleção



Continue Lendo