Vaivém: Dificuldades em Campinas



Os torcedores do Brasil Kirin andam cobrando notícias sobre o vaivém do elenco para a temporada 2016/2017. Mas ainda precisarão esperar um tempo por boas notícias vindas de Campinas.

Wallace no ataque (Rafinha Oliveira/Divulgação)

Wallace no ataque (Rafinha Oliveira/Divulgação)

Não existe ainda a confirmação do orçamento para a próxima Superliga. É certo de que a empresa não vai manter o mesmo nível de investimento, forçando os dirigentes a buscar a captação financeira com outros patrocinadores. Só assim terão chance de manter o patamar que possibilitou a briga pelo título da última Superliga. E estamos falando em alguns milhões de reais, em um cenário de recessão e incertezas no país.

A demora certamente custará a saída de mais jogadores, a exemplo do que já aconteceu com o selecionável Lucas Lóh, reforço já confirmado pelo Funvic/Taubaté. O mercado acaba sendo cruel em situações assim. Basta ver como o trio Sada/Cruzeiro, Taubaté e Sesi montou seus elencos e já pulou bem adiante dos demais adversários (relembre em coluna recente – Divisão de forças). Qualquer um que comece a correr atrás de reforços muito depois encontrará opções escassas e, quase sempre, obrigando o time a fazer apostas.

É preciso esperar mais um pouco para analisar com precisão a situação do time campineiro.

 



MaisRecentes

Supercopa abre temporada masculina mais imprevisível no Brasil



Continue Lendo

Itália e Sérvia na primeira final europeia do Mundial feminino



Continue Lendo

Minas e Dentil/Praia Clube conhecem rivais no Mundial



Continue Lendo