Vaivém: Para quem me pergunta sobre o Molico



O pessoal de Osasco anda bem ansioso nos últimos dias.

O que tenho a dizer que o processo de reformulação na equipe vice-campeão nacional está em andamento. E talvez tivesse que ser maior do que o imaginado pela impressão deixada na final contra o Rexona, na Arena HSBC.

Depois de anunciar a renovação com Dani Lins e Thaisa, além da contratação de Suelle, o Molico/Osasco vai oficializar em breve a manutenção de duas titulares incontestáveis (Camila Brait e Adenízia) e a ponta Gabi, que alternou banco e titularidade na temporada. Você já tem quase o time titular montado, faltando, as estrangeiras (uma oposto e uma ponta). Colocar Carcaces na saída de rede é uma das opções, trazendo uma outra ponta gringa que tenha característica de atacar bem e segurar o passe, algo que não aconteceu na temporada passada. A base da equipe estaria pronta.

No papel, é suficiente para seguir brigando por todos os títulos que disputar.

 



MaisRecentes

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo

As duas formas de ver o novo Sesi



Continue Lendo