Vaivém: Os pilares do time feminino do Sesi



Dani Lins, Sheilla, Jaqueline e Fabiana. É com esse quarteto que o Sesi espera entrar com status de favorito na temporada 2011/2012 do feminino, que terá o ex-levantador Talmo, que dirigiu o BMG/Montes Claros, na última Superliga masculina.

Não é mistério para ninguém que a levantadora e a ponta estão apalavradas, logicamente devido ao projeto sólido e ousado, mas também pela questão afetiva. Dani namora o central Sidão e Jaqueline é esposa do ponta Murilo.

Já o namoro profissional com a oposto Sheilla, melhor jogadora da última Superliga, é mais sério do que muitos imaginam. Sob contrato com a Unilever até o dia 30, ela está valorizadíssima. E o Sesi sabe que com ela no elenco estará em um patamar diferente. Mas também sabe que o rival carioca não vai facilitar. A briga promete ser muito boa.

Por fim, Fabiana tem propostas do Sesi e do Sollys/Osasco. Pelo desenho inicial do projeto do novo time paulistano, ela tem motivos para pender para o lado do Sesi. Jogou vários anos com Dani Lins no Rio, enquanto a entrosamento com Fabíola, reforço de Luizomar de Moura, se resume aos períodos com a Seleção Brasileira.

Se tiver mesmo o quarteto acima, o Sesi, que manteve a base campeã masculina e se reforçou com Rodrigão e Léo Mineiro, vai brigar pela dobradinha na próxima Superliga.

PS: Com o anúncio de Walewska, por intermédio de uma pessoa próxima, via Twitter, o Sesi usa uma das vagas de ranking 7 (tem direito a mais uma, por já ter o acerto com Jaqueline). Para explicar melhor o ranking, Wal, que estava na Rússia, na soma geral conta zero por ser repatriada. O acerto faz com que Fabiana agora tenha mais chance de fechar com o Sollys/Osasco.



MaisRecentes

Sesi joga melhor, bate Sada/Cruzeiro e fatura Supercopa



Continue Lendo

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo