Vaivém: Os oito reforços do EMS/Taubaté



O EMS/Taubaté anunciou, na noite desta terça-feira, um pacotão de reforços para a temporada 2018/2019.

A lista inclui nomes internacionais de primeiro escalão, jogadores experientes, apostas que estavam no exterior e peças de composição de elenco.

Vamos começar pelo item 1. Os dois estrangeiros serão velhos conhecidos do técnico Daniel Castellani: os hermanos Facundo Conte e Nico Uriarte.

O ponta de 1,98m chega para ocupar a condição de protagonista em Taubaté, dividindo os holofotes e as responsabilidades com Lucarelli, que se recupera de cirurgia no tendão de Aquiles.

Já o levantador desembarcará no Vale do Paraíba com moral pela performance nas finais da Superliga Cimed pelo Sada/Cruzeiro. Arrisco a dizer que Uriarte mostrou realmente a que veio na reta final dos playoffs. Jogou demais contra o Sesi e chegará em alta ao Taubaté para brigar por posição com o experiente capitã Rapha.

Uriarte em ação pelo Sada no Sul-Americano (Uarlen Valerio/O Tempo)

No quesito experiência, o pacotão do Taubaté possui o oposto Leandro Vissotto, de 35 anos. O campeão mundial e vice olímpico com a Seleção disputou uma boa temporada no Vôlei Renata. Caso consiga ficar livre de contusões vai ser útil na árdua tentativa de substituir Wallace, uma referência da posição atualmente no planeta.

Outro oposto faz parte da lista de reforços: Abouba, ex-Minas e Lebes/Canoas. Ele chega, aos 24 anos, no melhor momento da curta carreira no alto nível.

No item apostas que estavam no exterior, o Taubaté fechou com o central Robinho, 32 anos e 2,05m, que estava no Sporting, campeão português, e o ponta Luis Fernando Joventino, 28 anos e 1,92m, ex-Gioia del Colle, da Itália.

O ponta, formado em São Bernardo, fez quase toda a carreira profissional na Europa, passando por vários times da Segunda Divisão Italiana (Matera, Spoletto, Gioia del Colle), além do Friedrichshafen, da Alemanha.

Por fim, o Taubaté acertou com o líbero Aldren, 27 anos, que estava em Blumenau (SC), para ser o reserva de Thales, e o central Renan, 2,00m e 24 anos, ex-Botafogo.

Para fechar o elenco, o semifinalista da Superliga ainda vai confirmar o central Lucão e o ponta Douglas Souza, vice-campeões nacionais com o Sesi.

É uma profunda reformulação de elenco, que precisará de tempo de trabalho para afirmação. Mas no papel é bem interessante.

LEIA TAMBÉM

+ As renovações do Sesc



MaisRecentes

Seleção mantém embalo e não toma conhecimento das dominicanas



Continue Lendo

Vaivém: Site crava volta de Hooker ao Osasco



Continue Lendo

Brasil não toma conhecimento da Argentina



Continue Lendo