Vaivém: O que esperar da Usiminas/Minas?



Grande surpresa da Superliga feminina, a Usiminas/Minas vai ter muitas dificuldades para se manter entre as tops na próxima temporada, caso o cenário atual se confirme.

Com a saída do Habib´s como co-patrocinador, o clube de BH teve um corte de quase metade do orçamento. A busca por uma outra empresa continua, mas vai complicar no acerto com reforços, já que o mercado está em ebulição e as principais contratações acontecerão nos próximos dias.

Sem dinheiro em caixa para contratar, a Usiminas/Minas já vê como impossível também a manutenção das cubanas Herrera e Ramirez. Natasha e Mari Paraíba devem ser outras baixas. Assim, a espinhal dorsal do time semifinalista em 2011/2012 será quebrada. Claudinha, Fernanda Ísis e Tássia, as outras titulares, renovaram.

Para piorar a vida do Minas, o mercado vê a entrada de um outro patrocinador forte (Amil) no novo time de Campinas. Assim, a disputa pelas principais atletas fica com Unilever, Sollys/Nestlé, Vôlei Futuro e Sesi.



  • Fabiano

    Nenhuma novidade! Todo ano a mesma coisa com a equipe feminina. Desde os aureos tempos da L’acqua di Fiori e MRV, o Minas só entra como coadjuvante. Uma pena!

    • Bruno César

      L’acqua di Fiori e MRV…
      Que saudade bateu agora viu!!!
      Ouvi muita gente comentar que a MRV poderia voltar na próxima temporada, mas parece que era mais um boato do que um fato.

  • Carlos E

    Lamentável a Usiminas cortar o orçamento logo depois de uma belíssima campanha.

    • Luiz

      Lamentável é ver a Rede globo alterar a sua programação da tarde para passar a liga dos campeões, enquando os jogadores de Vôlei tem que jogar pela manhã.

      • Jailson

        Concordo plenamente e quando vejo essas chamadas de jogo na Globo e na Band fico indignado.Como podem duas emissoras transmitir o mesmo jogo?E quando o esporte brasileiro vai ser compatível com a posição da economia brasileira?Acho interessante também que quando chega a Olimpíada são os esportes “renegados” que sobem o Brasil no quadro de medalhas.Eu fico suspeito em falar pois não vejo futebol e nem gosto,mas acho admirável como um país tão grande só tem espaço pra futebol.Antigamente me pegava assistindo esses “programas de esporte”para saber o que aconteceu no mundial de basquete ou na semi final da superliga de vôlei, e sabe o que acontece?Nenhuma nota.Isso é vergonhoso.Hoje é muito fácil assistir a superliga de vôlei da Rússia,Eslováquia,República Tcheca e até da França mas não tem como ver vôlei brasileiro na tv aberta.

        • Jailson

          As superligas que eu comentei que são fáceis de assistir são transmitidas pela net com boa qualidade.

        • Luiz

          Nem a Record ficando em primeiro lugar de audiencia na final do Pan Americano deu uma chacoalhada na Globo. E o pior de tudo é que eles nãos transmitem e também não deixam ninguém mais transmitir.

          • Guga

            O q atrapalha o jogo ser Televisionado, acho que eh a duração dos Jogos, o publico da tv aberta eh diferente dos que pagam canal fechado pra assistir as partidas, eles nao ficariam 2, 3h vendo os jogos na tv, e tem a questão tambm do Apelo popular, hj em dia não temos mais um grande nome do volei que chame a atencao da “Massa”, como Adriana behar, Chelda, Tande, Mauricio etc… A Maioria ainda sao desconhecidos perante a esse tipo de publico

    • Jailson

      Parece que quem retirou o patrocínio foi a rede de fast food e não o ou a Usiminas.

      • Carlos E

        O Habibs já tinha saído desde o começo da temporada, percebam que no uniforme já não tinha mais a marca nem nada, nem no ginásio . Usiminas também diminuiu o patrocinio.

  • Luiz

    A tv aberta ajudaria muito os clubes se passassem mais jogos durante a superliga inteira. Já que o horário disponível é pela manhã, então que tenha jogo todo sábado e todo domingo.

  • mari diva

    Ridiculo uma empresa do tamanho da Usiminas investir tao pouco. Mai absurdo ainda eh a diretoria concordar com os valores do patrocinio. O Minas merecia bem mais do que brigar pelo 4o lugar, como acontece TODOS OS ANOS.

  • Leandro

    Daniel,

    O que podemos esperar de Sollys e Unilever com a chegado do Amil?
    Teremos novidades?

    • Daniel Bortoletto

      sim, teremos
      o mercado vai dar uma misturada nas principais peças

    • Guga

      Esse Amil vai vir c Cara do VF, time com jogadores de Nome, q nao vai render o esperado ou vai amarelar..

  • mari diva

    Daniel, era dada como certa a ida de Mari para o time de Campinas, mas começa-se a especular que ela tem propostas da Italia (Villa Cortese) e Turquia. Procede??

  • klaus

    Parece que a MRV pode voltar a investir no time.Quanto ao time de Campinas, a levantadora será a Fernandinha e quem pode chegar é Helena Havelkova, pois a Kim parece que renovou com o Fenerbahce.

  • Edson Pelegrino

    Daniel Bortoletto,a Fernandinha acertou com Campinas!Posta ai…rs

  • @alcidesxavier

    Lamentável o Minas não ter condições para buscar algo mais, depois da linda campanha. Porque sem a base do time anterior não foi fácil, imagine agora com a Thais na ponta, que não vira nada, lembram dela no Sollys, ficou jogando no lugar da Jaque quando a mesma operou.

    Quanto ao time de Campinas, veio com tanto alarde, que contrataria Brati; Kim; Sokolova; Fofão etc.. e até agora o que se sabe, fechou com Natasha (meio) Fernandinha (levantadora) e Suelen (libero ex Pinheiros) se continuarmos desse jeito… teremos outra final Unilver e Sollys Nestle.

    Daniel, e o time do Rio de Janeiro? Até agora não ouvimos nenhum comentário, de saída e entrada de jogadoras, está muito quieto o que eles estão armando?

  • Mauricio

    O campeonato paulista é que vai bombar este ano.

  • ana maria

    Que pena! Que pobreza, não?!

  • graca

    PATROCINADOR quer exposicao de sua marca, se o volei nao e’ transmitido em TV ABERTA, isso nao acontece, ENTAO o patrocinador VAI EMBORA!!! REPITO QUE P/O VOLEI GANHAR ESPACO NA TV ABERTA E’ NECESSARIO “MUDANCA DE REGRAS” p/ controlar o tempo da partida:
    1.Sets NORMAIS com duracao MAXIMA de 25 minutos cada um e de 15 minutos para o TIE BREAK;
    2.Sets NORMAIS com limite MAXIMO de 25 pontos e tie break com 15 sem diferenca de 2 pontos p/fechar. Exemplo: o maximo que poderia chegar seria a um 25×24 ou 15×14 no caso do tie break, com o fim de placares do tipo 30×28.
    3.Limite de tempo tecnico ao 4 por set, no maximo, um aos 8 pontos, outro aos 16, e os 2 restantes a escolha de cada tecnico(1 p/cada tecnico).
    Todos os esportes que conseguiram mais espaco na TV tem TEMPO DEFINIDO, o VOLEI TEM QUE SE ADAPTAR SENAO, NUNCA TERA’ MUITO ESPACO NA TV ABERTA.

    • Joao Araujo

      opção 1 – Eu sou a favor de colocar todos os sets com 15 pontos ao invés de 25.

      Opção 2 – Outra saida seria diminuir para 21 pontos.

      Opção 3 – E outra saida poderia diminuir o numero de sets, o time que fizesse 2 a 0 ganhava o jogo sem precisar jogar o 3º set. Nessas condições o jogo acabaria no 3º set caso precisasse de tie break, da mesma forma que acontece no volei de praia.

  • graca

    O que esperar da Usiminas/Minas? Como a CATEGORIA DE BASE do MINASTC sempre foi CELEIRO de grandes atletas, espero que surjam boas novidades… Pelo menos Claudinha, Fernanda Ísis e Tássia, OS DESTAQUES do time nessa ultima temporada renivaram o contrato, espero que passem confianca as novatas p/ que esse clube tao tradicional continue brigando bem na SUPERLIGA.

MaisRecentes

Definidos os grupos do Mundial masculino de clubes



Continue Lendo

As quartas de final do Paulista masculino



Continue Lendo

Bruninho e Renan analisam conquista



Continue Lendo