Vaivém: O futuro de Canoas



Muita gente tem me perguntado sobre reforços, saídas e patrocinadores de Canoas para a temporada 2014/2015.

Para os mais alarmistas, a notícia não é tão ruim assim como alguns pregavam: o time não corre o risco de fechar as portas antes da Superliga.

Para os preocupados com a formação do elenco: os primeiros nomes deverão ser confirmados na próxima semana, já iniciando até os treinamentos no Rio Grande do Sul. Alguns dos pilares do time no último ano (Gustavo, Minuzzi, Jeff e Angel Dennis) devem continuar. Mas é fato que alguns bons nomes já foram embora: Salsa, Giovani, Luan, Rafa, Enrico… Logicamente, Canoas sairá atrás de outros times que já estão prontos e treinando. Mas deverá seguir com força para brigar por vaga nos playoffs, caso alguns dos reforços procurados realmente cheguem. O levantador Paulo Renan e o central Thiago Barth são duas boas possibilidades. Para comandar o time, a bola da vez é Marcos Miranda.

Parte da indefinição se deve às negociações com alguns patrocinadores, inclusive a Kappesberg, que deu nome ao time nos dois últimos anos. A empresa vai continuar no projeto, mas ainda sem definição do tamanho do aporte.  Outros apoiadores ainda estão sem prospectados.

No balanço geral, as notícias são boas. O Rio Grande do Sul sempre foi um grande centro do vôlei e o projeto de Canoas resgatou o esporte no estado. E não corre risco de fechar as portas por falta de apoio. Existe, segundo o blog apurou, uma integração maior entre a cidade e o Grupo La Salle na gestão, juntamente com o grupo de jogadores que se dividem entre jogar e conduzir o projeto.

 



MaisRecentes

Vaivém: Renan acerta volta para a Itália



Continue Lendo

Vaivém: Argentina marca golaço ao acertar com Marcelo Mendez



Continue Lendo

Vaivém: Kim, Boskovic e Larson no mesmo time



Continue Lendo