Vaivém: o destino de Akinradewo e Glass



Como já comentado mais cedo por leitores bem informados deste blog, Foluke Akinradewo, americana que estava na mira do Vôlei Futuro, decidiu trocar o Japão pela Rússia.

A central foi confirmada pelo Dínamo Krasnodar.

Já que estamos falando do time de Araçatuba, a levantadora Alisha Glass também tem novo destino: a Polônia.

Ela jogará pelo Atom Sopot, que também fechou com as alemãs Ssuschke (central) e Kozuch (oposto).



MaisRecentes

Coluna: Como é estranho ver eliminações em série do Sada/Cruzeiro



Continue Lendo

Coluna: Está na hora de o Brasil olhar mais para “fora”



Continue Lendo

Coluna: Retrospectiva de A a Z do vôlei em 2018



Continue Lendo