Vaivém: o comandante gringo do Vivo/Minas



O Vivo/Minas será mesmo comandado por um argentino na temporada 2012/2013. O clube anunciou, nesta quarta-feira, acordo com Horacio Dileo.

Horacio Dileo: Divulgação/Minas

O hermano, de 49 anos, esteve em Belo Horizonte para sacramentar o acordo.

Muita gente, assim que coloquei no Twitter o nome do novo comandante mineiro, me pediu detalhes sobre a carreira dele. Para responder com riqueza de detalhes, pedi ajuda a um jornalista argentino especializado em vôlei. E vou postar mais tarde a análise dele sobre Dileo.

O que posso dizer é que a diretoria do Minas estava realmente inclinada a ter um técnico estrangeiro, tanto que negociou anteriormente com Daniel Castellani. Alguns brasileiros, inclusive, chegaram a se oferecer ao clube para a vaga que era de Marcelo Fronckowiak. Não deixa de ser uma aposta, como o Sada/Cruzeiro fez anos atrás com Marcelo Mendez e já colheu ótimos frutos.

O currículo de Dileo inclui a seleção colombiana, o desconhecido Ploiest, da Romênia, além de vários clubes locais, como River Plate, Hacoj, Regatas Santa Fe, Azul Voley, Conarpesa e Chubut.

– As expectativas são sempre as melhores. Já olhei o nosso plantel e vi que temos uma boa equipe. Agora, é hora de motivar o grupo e fazer o melhor que pudermos – disse o técnico, ao site oficial do Minas.

Dileo vai iniciar seu trabalho no início de junho.



MaisRecentes

São Bernardo desiste do Paulista. Alerta ligado na Superliga



Continue Lendo

Brasil leva virada dos Estados Unidos em terceiro amistoso



Continue Lendo

Vaivém: Fronckowiak anunciado por clube polonês



Continue Lendo