Vaivém no vôlei de praia



Um ano antes da Olimpíada de Londres, o vôlei de praia brasileiro vê uma nova dança das cadeiras. E ela é muito importante.

Depois do vice-campeonato mundial em Roma (ITA) e o título do Grand Slam de Stavanger (NOR), Ricardo e Márcio vão se separar. Eles disputarão mais dois Grand Slans e depois tomarão rumos diferentes.

O campeão olímpico Ricardo anunciou que fará dupla com Pedro Solberg, que oficializou no início da semana o fim da dupla com Pedro Cunha. Já Márcio ainda não divulgou com quem seguirá a disputa pela vaga olímpica.

Oficialmente, dividir os treinos em João Pessoa (residência de Ricardo) e Fortaleza (residência de Márcio) foi a desculpa alegada por Ricardo para romper a parceria, segundo entrevista para o Globo Esporte. Já Pedro Solberg, que disputou o Mundial com Ferramenta, já que Pedro Cunha se recupera de lesão, se propôs a morar e treinar na capital paraibana. E o acerto ficou fácil. Vale lembrar que os dois já jogaram juntos por alguns meses no ano passado.

Vale lembrar também que apenas duas duplas de cada país podem se classificar para a Olimpíada. Como Emanuel e Alison são praticamente certos, a nova dupla Ricardo/Pedro Solberg desponta, no papel, como favorita para a outra vaga.



MaisRecentes

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo

Vaivém: Vôlei Nestlé confirma apresentação de peruana



Continue Lendo

Vaivém: Polonesa é esperada em Barueri



Continue Lendo