Vaivém: Natália perto do adeus ao Rexona-Ades



O Rexona-Ades não deverá mesmo contar com Natália na temporada 2016/2017.

As negociações para a renovação do contrato com a jogadora não avançaram até aqui. Mas não estão encerradas, que fique claro. O time ainda não jogou oficialmente a toalha, mas a tendência, neste momento, é a da saída para o exterior.

Natalia contra o Praia na última temporada (Divulgação)

Natália contra o Dentil/Praia Clube na última temporada (Divulgação)

Melhor jogadora da última Superliga (na minha modesta opinião), Natália voltou a se valorizar demais no mercado. E virou objeto de cobiça de vários clubes mundo afora. Fala-se em Turquia, Itália, Rússia e até a China. E assim a briga de qualquer clube brasileiro com o dólar ou o euro é desigual.

Natália superou a difícil recuperação das cirurgias para retirada de um tumor na canela e, contra a desconfiança de muitos, voltou à melhor forma na atual temporada. E com isso virou uma importante arma para a Rio-2016, inclusive.

Em um bate-papo com José Roberto Guimarães, na terça-feira, em Saquarema, ele revelou um ponto interessante no desenvolvimento de Natália como jogadora após a recuperação. Ciente de que o alcance no ataque diminuiu, ela precisou aprender a usar mais o bloqueio. E acrescentou ao jogo mais técnica, já que força ela sempre teve.



MaisRecentes

Atuação ruim tira Brasil da final da Copa Pan-Americana



Continue Lendo

Vôlei Renata anuncia novidades para a temporada



Continue Lendo

Jaqueline anuncia aposentadoria da Seleção



Continue Lendo