Vaivém: Natália fala sobre acerto com a Unilever



A ponta Natália falou, via assessoria de imprensa, pela primeira vez, sobre o retorno para a Unilever na temporada 2014/2015, após o fim da equipe do Vôlei Amil.

– Estou muito ansiosa para voltar e dar o meu melhor para este time que me recebeu tão bem da primeira vez e fez tantas coisas boas pra mim. Inclusive, foi onde tive apoio para me recuperar da cirurgia após a grave lesão na perna esquerda. Espero que seja uma temporada vitoriosa e sei que trabalho não vai faltar – comentou.

Ela ainda ressaltou o bom relacionamento com o técnico Bernardinho.

– O Bernardo é uma pessoa que admiro demais. Vai ser maravilhoso trabalhar com ele mais uma vez. Estou com saudades até dos gritos!

Natália é, pra mim, uma daquelas atletas que você sempre espera mais. Surge como fenômeno, é comparada com alguma grande do passado e passa a ser cobrada, com certa lógica, para jogar sempre em alto nível de excelência. Certamente os graves problemas físicos que teve atrapalharam uma continuidade. Mas, a dois anos da Olimpíada, está na hora de a jogadora, livre dos problemas, assumir um outro nível de protagonismo na Seleção. Ela tem a confiança da comissão técnica e não pode reclamar de falta de chances.

 

 

 

 

 

 



  • Danilo

    Engraçado ela não ter pensando nisto na temporada passada quando deixou o clube que passou uma temporada inteira cuidando dela.

  • Edu

    Natália recebeu sua medalha olímpica mais por sua perseverança,ânimo e otimismo que emprestava ao grupo e isso tem seu mérito.Atletas mais sadias, na época, ficaram pelo caminho nos cortes antes da Olimpiada.Viveu um calvário de mais de dois anos até voltar a jogar em bom nível.É sincera, jamais voltara a ser a jogadora que foi um dia.Não tem mais aquela velocidade e força de explosão em salto que conseguia quase vinte pontos na melhor escalação russa.A coisa foi grave e deixou sequelas. E a jogadora de confiança e mais próxima ao ZRG. Já havia assinado com o Campinas antes das semi que disputava jogando com a Unilever e estava assegurada no Campinas para a temporada de 2015 se o time não tivesse perecido.Andou entregando excessivamente na recepção durante a campanha de Montreux mas jogou seu melhor voleibol pela seleção no ultimo ano e meio.Agora volta a Unilever se enquadrando numa proposta de ganhar menos do que recebia e onde era o teto brasileiro do time de Campinas.E nome quase certo , mais de noventa por cento, na equipe olímpica de 2016.

  • Tiago

    So voltou por conta do fim AMIL onde a mesma ganhava R$1.500.000,00…. Ja estava acertada com o time de Campinas, que por sinal, Daniel? Nenhuma noticia? Ouvi boatos nos bastidores de que a AMIL poderia estar voltando atras qto ao investimento no volei porem, acertando com a cidade de Barueri…. isso procede? ja teriam ate acertado com Ana Tiemi, Jaque, Wal, Gattaz, Arlena, e acreditem: Fernanda Garay……. Ancioso pra saber se essa BOMBA é real ou não……

    • Leiga

      Seria estupenda a notícia, se fosse verdade.

  • Danilo

    Nao importa o presente, o que ela acha ou nao do clube. A atitude que teve na temporada passada nao foi profissional, abandonou o clube que fez ela melhorar dentro do que podia e assim que as portas fecharam voltou. Ainda com frases, via assessoria, de amor eterno. Enfim, sorte a ele e que realmente faça a diferença.

    • Raffael

      Desculpa Danilo, mas a Natalia não abandonou nenhum time. Cumpriu seu contrato até o final, dando o seu melhor e levando o seu time ao titulo principal do volei nacional.

      • Danilo

        Nao estou dizendo que ela fez certo ou errado, o que acho FEIO é ela fazer declarações de amor ao clube e ao tecnico, sendo que na temporada passada ela nao pensou duas vezes em trocar de clube, mesmo o clube tendo paciencia e lutando para mante-la bem. Porque ela ja inicou a temporada mal. Achei que ela deveria ter o minimo de consideraçao, ou, nao precisa soltar uma nota puxando o saco e falando de saudades…… fica feio….

  • marcian

    Tá bom de treinar exaustivamente e diariamente a passar feito uma ponteira passadora! Ou voltar a ser oposto. Como é que temos tantas ponteiras, poucas opostos, e as de origem ainda sao transformadas em péssimas ponteiras? Não dá pra entender…

  • Mick

    Joga nada, .É o cone no treinamento do saque, que acerta nela ganha.

  • Leiga

    Todos estão falando mal, mas adorei o desempenho da Natália em Montreux. Estava na potência e saltando muito. É o que a gente sempre quis ver nela; pelo jeito, só agora que ela está na iminência de recuperar os 100% de rendimento.

    Torcendo para ela melhorar na recepção, pois de oposto, na seleção, não vai rolar. ZR já quer a Tandara e Sheila para função. Porém, não quer desperdiçar a potência da Natália, e quer quer ela torne a “nova Mari”.

    Vamos ver ser Bernadinho conserta este problema de passe, mas, se Andreia parar de render, ele já tem com quem contar na posição de oposto, deixando a ponta para a Régis.

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo