Vaivém: Mobilização em Maringá



O futuro do Maringá ainda é incerto para a próxima Superliga. O time continua existindo, mas o tamanho do orçamento impede que se diga atualmente qual será o nível do elenco que o técnico argentino Horacio Dileo terá para comandar.

Com a saída da Ziober como patrocinadora master, o Maringá tem garantido um orçamento de pouco mais de R$ 1,5 milhão, que não permitiria repetir o nível dos jogadores da temporada passada.

Enquanto busca um novo patrocinador master, a diretoria viu a fanática torcida se mobilizar para tentar ajudar. Desde segunda-feira, torcedores entraram em contato até com o prefeito de Maringá, Roberto Pupin, pela página oficial dele no Facebook, pedindo apoio municipal para incentivo ao esporte. O prefeito respondeu alguns fãs e prometeu ajudar. A torcida também enviou mensagens para algumas das maiores empresas da cidade, pedindo que estudassem propostas de patrocínio. Uma delas, do ramo alimentício, respondeu, e a proposta já foi encaminhada.

Outra medida que um grupo de torcedores está prometendo é um abaixo-assinado. Eles apontam o time de vôlei como um “bem imaterial” da cidade, que fez Maringá voltar ao cenário esportivo nacional justamente pela criação montagem da equipe, presidida pelo levantador Ricardinho.

Maringá foi oitavo colocado na temporada 2014/2015, e na última temporada terminou a competição em sexto lugar, após perder para o Sesi por 2 a 1 na melhor de três pelos playoffs da Superliga.



  • AndersonRexona

    Muito digno! Por favor, nos avisem por aqui caso abram o abaixo-assinado online…

  • Osmar Cordeiro

    Daniel , eu sou um dos torcedores que se mobilizaram numa madrugada junto com outros torcedores para lutarmos com a continuação do projeto . Estamos procurando as empresas da cidade e da região , nossas lideranças políticas e a população . Nós somos responsáveis por mais de 20% da ocupação nos ginásios da Superliga , viajamos 2 vezes para São Paulo ( distante 630 km ) inclusive numa segunda feira com ônibus quebrado e outras dificuldades e não deixamos o time . É lindo ver o nosso ginásio cheio de famílias , idosos , crianças e demais que incentivam a cidade , temos um sonho de ser campeão e ter uma grande time , mas a luta é pra sobreviver na principal competição do país . Aqui o Vôlei tem a média maior que o futebol local que ano passado foi vice-campeão paranaense , eu vi Ricardinho e Giba iniciarem suas carreiras , a dedicação do Paulão que lutou na década de 90 para o projeto não acabar e meu saudoso pai que mesmo com dificuldades de locomoção me levava quando adolescente até o ginásio pra viver isto de perto e por isto que vamos lutar pra não acabar . Infelizmente o Brasil passa por um grande crise e principalmente o estado do Paraná que está o caos , vamos lutar sim .

  • Edu

    Não moro em Maringá , admiro o projeto e respeito a sua torcida.Rogo que recuperem um patrocinador principal ou outros menores que cubram o orçamento total do projeto.Como fizeram na temporada passada onde privilegiaram maia a estrutura de treinamento que o elenco.Um orçamento de time grande do voleibol brasileiro(dos quatro maiores , por exemplo) fica na casa de 8 a 14 milhoes de reais por uma temporada de sete meses.Não sei se os munícipes de Maringa querem que sua prefeitura invista todo esse valor em detrimento a outras prioridades sociais como educação e saúde pública.O que a prefeitura pode fazer bem e prospectar patrocinadores, firmar parcerias e facilitar instalações de treinamento e auxilio no transporte no campeonato paranaense.

  • Felipe

    Um gesto muito bonito dos cidadãos de Maringá, uma pena, aqui no ES temos muitas impresas e grandes e importantes a não não nivel nacional. O Capixaba não tem entretenimento nenhum. Olha só, ArcelorMittal, Vale, Samarco, Garoto, Coca Cola, Fíbria, Fortlev, Jurong, Technip, WhiteMartins etc…

    • JR

      Pelos resultados e atletas que se destacam , me parece que o volei de praia que consegue receber um investimento maior aí ou nem isso, Felipe?

      • Felipe

        Temos destaques individualmente mas nunca no coletivo, inclusive o Rivaldo do Maringá e capixaba.

  • JR

    Tb fico na torcida pelo projeto do Maringá. O volei precisa de times e torcidas assim, apaixonados pelo esporte!
    Fico na expectativa pelo projeto do Canoas, que não vi notícias ainda.

  • Michel Lucas

    Nosso time vai continuar com a força da torcida. Avante Maringa

  • Ricardo

    É sempre apreensivo fins e começos de temporada, o volei no Brasil padece mesmo tão campeão. Torço pra que muito em. Teve volte a ser um mercado atrativo pras empresas

    Daniel, tem notícias do Marcelinho? Nao vejo muito espaço para ele mais nos times montados até agora, mas ainda tem muita bola pra jogar. sabe se tem algum time em vista?

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo