Vaivém: Medley/Campinas confirma Renato, ex-Cimed



Como previsto, o desmanche na Cimed está em marcha após o fim da parceria com a SKY. Veja mais nos seguintes links: http://wp.me/p1b2tr-To http://wp.me/p1b2tr-Tm

O time de Campinas anunciou a contratação do ponta Renato para a temporada 2012/2013.

Feliz com o acerto, o atleta elogiou a equipe.

– Medley/Campinas vem crescendo a cada temporada, tem uma estrutura muito boa e profissionais capacitados. Nesta temporada,o time estará renovado e quer alçar voos ainda mais altos. Espero contribuir para que o projeto continue crescendo – comentou Renato, que voltará a ser comandado por Marcos Pacheco.

Renato iniciou sua carreira nas categorias infanto e juvenil do Banespa (SP). Em seguida, passou por Lupo/Náutico (SP) e Bento Gonçalves (RS), antes de seguir para a Cimed, equipe que defendeu por seis anos.

Ele é o terceiro nome confirmado pelo Medley/Campinas para a temporada 2012/2013. No início da semana, o meio-de-rede André Heller e o levantador Rodriguinho renovaram contrato.



  • Luiz

    Como eu disse: a Cimed não passa deste ano. Até quando a Sky vai ficar pulando de galho em galho? E o pior de tudo é que enquanto os contratos de Giba e Gustavo não acabarem, a Sky vai ter que ficar procurando time para encaixar suas múmias.

  • Afonso RJ

    Porque alguém torce por um determinado time de vôlei? Por vários motivos: por se identificar com sua cidade ou estado, por ser fã de um/a ou mais atletas, por já ser sócio, torcedor ou admirador de algum clube. Não acredito que alguém torça pelo patrocinador. Em outras palavras, ninguém torce pela Nestlé, e sim pelo time de Osasco, não se é torcedor da Sky ou Unilever mas se torce time do Rio de Janeiro.

    Patrocinadores são sempre bem vindos, e sem eles o vôlei dificilmente seria o que é hoje em dia, mas em nada contribuem em termos de tradição ou torcida. Para eles só o que conta é o lucro imediato decorrente do marketing. Estão pensando sempre em termos de consumidores e não de torcedores, e não hesitam um segundo sequer em puxar o tapete de uma equipe se assim ditarem as eventuais oscilações da política interna da companhia.

    Realmente me dói lembrar de equipes como São Caetano, Brusque/Pomerode, só para citar duas. E me entristeceria bastante ver a equipe de Floripa, que nesses últimos anos atraiu tantos torcedores fiéis, engordar as estatísticas de times desaparecidos ou que passaram a ser meros coadjuvantes por falta de patrocínio. E os torcedores, como ficam??

    • Guga

      Se for pra achar um responsavel, nao seria somento os Patrocinadores.. Hj os jogadores ganham uma fortuna, ve mesmo o caso de Giba e Natalia do Rio, ambos tem salarios altos e praticamente nao jogaram a temporada inteira devido a lesoes…

      E tambem, tem muitos jogadores messionarios… hj pra eles tanto importa ganhar ou perder, nao tem aquela competitividade que tinha antes, os caras so sabem ficar brincando e fazendo birras na rede com o adversario,

      • Bine

        Não seria jogador mercenário…..

  • ana maria

    Bom, também acho triste que uma equipe como a CIMED seja desfeita. Perde, e muito, o volei nacional. Aí fico pensando sobre o MTC e as críticas que os torcedores vem fazendo pesadamente sobre a falta de equipes que chegam ao alto do pódio (M e F). Salários mais baixos, orçamento pequeno…mas eu sinto (e posso estar erradíssima pois não tenho qualquer ligação com o clube e moro bem longe de BH) que há um projeto de trabalho, ainda que possam haver equívocos, e a despeito do vai e vem dos patrocinadores esse projeto se mantem. Então vamos, nós torcedores, que pouco valemos, ao que parece, assistir…sofrer…e nos deleitarmos com alguns jogos maravilhosos.

  • ana maria

    Jogadores não são mercenários. São profissionais e a valorização por meio de salário melhor é um ponto importante na vida de qualquer um que exerça uma profissão. Embora tenha meus ídolos, admiro todos esses meninos e meninas que fazem do volei brasileiro um espetáculo emocionante!
    Saudades da SL 2011/2012!

MaisRecentes

A dor de Gabi e de quem estava ao lado



Continue Lendo

Duas gratas surpresas na Superliga



Continue Lendo

Minas espera Hooker ainda em outubro



Continue Lendo