Vaivém: Mais um cubano na Superliga



O central Mesa (16) em ação por Cuba/Divulgação

O central Mesa (16) em ação por Cuba/Divulgação

O mercado foi agitado na minha folga.

O Funvic/Taubaté confirmou, na segunda-feira, a contratação do central cubano Isbel Mesa (notícia que os bem informados leitores do meu blog já antecipavam há tempos nos comentários).

O jogador tem 2,04m e 25 anos. Na equipe paulista, que agora tem uma parceria com o São Paulo Futebol Clube, Mesa terá como concorrentes pela vaga no time titular Riad, outro grande reforço de Taubaté, Otávio, ex-Minas, além de Deivid e Ialisson.

Pela seleção cubana, Mesa disputou o último Campeonato Mundial.

 



  • Claudiane

    Uma dúvida: ele não teria que ficar dois anos sem defender clube algum, não?

    • Marcelo

      A seleção cubana tem feito acordo com alguns jogadores e liberando-os para jogar fora.

    • Peu

      Isso é regra lá em Cuba. Não é da FIVB. Se o cara conseguiu desgarrar de Cuba, tá liberado. Funvic/taubate/SPFC: o novo campeão!

  • Marcelo

    Acho que ele não veio “fugido” né?

  • Billy

    Foi uma ótima contratação.Esse cubano joga muito mesmo e tomara que se adapte o mais rápido possível aqui no Brasil.

  • Luiz Carlos Furucho

    Do jeito que vai, logo teremos uma Superliga Masculina Paralela, só disputada por cubanos!

    • marcian

      Acho cubanos muito bem vindos. Gosto do estilo de jogo de Cuba.

  • marcian

    Era melhor um ponteiro não? Com esse tanto de centrais, contratar mais um? Enfim, ótima contratação.

  • Edu

    Não compraria um carro usado do Ricardo Navajas mas é indiscutível que ele tem um conhecimento profundo do voleibol.Examinando o elenco recrutado dessa temporada pelo SP -Taubaté faltava, na minha opinião , um ponteiro passador consistente.Preferiram mais um central, dos bons, disponíveis do mercado.Na minha modesta opinião a contratação de um JP Tavares agregaria mais talento e atenderia mais a necessidade ao time que dos chamados futuros titulares terão dois ponteiros de definição e sem especial talento para a recepção.

  • Ari

    Matéria incompleta, ele ainda tem que ficar um ano sem jogar por ter deixado a seleção cubana, só veio para ajudar nos treinos.

    • Edu

      Parece que essa informação tem procedência.Disputaria os jogos regionais e do Interior competições que não se submetem as sanções oficiais de Cuba.

      • Ari

        Exato, essas competições que você citou nao seguem as regras da FIVB.

MaisRecentes

A velocidade do Sesc, com Thiaguinho, impressiona



Continue Lendo

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo