Vaivém: Mais um ano de Escadinha em quadra



Uma boa notícia para o vôlei nacional. O líbero Escadinha não vai encerrar a carreira e seguirá em atividade por, ao menos, mais uma temporada, no Sesi.

Aos 38 anos, o jogador, campeão de tudo com a Seleção Brasileira, definiu sua continuidade na semana passada.

Digo que é uma novidade para ser comemorada pela importância histórica que Escadinha tem para o esporte. Não acho exagerado afirmar que ele é o melhor líbero que já apareceu no mundo até hoje.

Nas últimas temporadas, ele já tem sentido o peso da idade e da cirurgia na coluna que precisou fazer, sofrendo bem mais para fazer uma sequência de jogos. Ainda assim, consegue estar entre os tops do Brasil na posição.

 



  • Felipe

    Quem é rei nunca perde a majestade.O melhor dos melhores vai abrilhantar a superliga mais uma vez,uma pena não ter mais motivação para jogar com a seleção…

MaisRecentes

O novo conceito da FIVB para 2018



Continue Lendo

Apenas Lebes/Canoas faz o dever de casa na rodada



Continue Lendo

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo