Vaivém: Leal se despede e confirma transferência. Dante diz adeus



O fim da partida entre Sada/Cruzeiro e EMS/Taubaté, na noite desta sexta-feira, foi marcado por despedida e muita emoção no Ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

O ponta Leal pegou um microfone assim que a classificação cruzeirense para a final da Superliga Cimed Masculina foi confirmada. E falou para os 2.200 torcedores presentes que aquele era seu último jogo no local.

– Vou para a Itália, como anunciei para a nossa torcida, e quero muito sair com mais um título de Superliga. Vamos trabalhar muito para isso – confirmou Leal, que apenas não disse com todas as letras que seu destino será o Civitanova.

Depois de posar para fotos com torcedores e até receber uma bandeira de Cuba de um deles, Leal falou ao SporTV sobre o momento que acabava de viver.

– Foi meu último jogo no Riacho e a torcida merecia que eu falasse o meu destino, com sinceridade. Foram seis anos aqui, muitas vitórias, ganhando quase tudo. Foi um discurso de despedida, mas faltam mais dois jogos ainda – comentou o cubano naturalizado brasileiro.

Várias faixas foram levadas ao ginásio com o pedido de “Fica Leal”. Ao torcedor cruzeirense resta aproveitar os dois jogos finais contra o Sesi para se despedir do craque.

Leal está a caminho do Civitanova (Divulgação)

Para Dante, porém, o fim da partida marcou o fim da gloriosa carreira. Ainda no cumprimento de rede, ele recebeu várias demonstrações de carinho de adversários. Ao se reunir com os companheiro de Taubaté, mais abraços e as primeiras lágrimas. Em entrevista ao SporTV, o campeão olímpico e tri mundial voltou a se emocionar.

– Chegou o meu momento. Quero agradecer a todo mundo por onde joguei… Jogadores, técnicos, dirigentes. Só tenho agradecimentos a fazer. Obrigado para a minha família, meus pais, meus irmãos, minha mulher. Eles me deram suporte. Agora começa a passar um filme pela cabeça. Mas o meu corpo está pedindo – disse Dante.

Ele foi um dos últimos a deixar a quadra. Recebeu o carinho até da torcida do Sada/Cruzeiro, posou para fotos, deu autógrafos. Como já escrevi desde a confirmação da aposentadoria, Dante recebe todas as homenagens. Foi um dos ícones da geração mais vencedora do vôlei brasileiro. A CBV bem que poderia aproveitar a etapa da Liga das Nações no país para fazer algum tipo de homenagem ao jogador. Fica a dica!

Dante pretende agora ter mais tempo para cuidar de sua fundação para jovens, inicialmente em Itumbiara, terra-natal do ponta em Goiás, e depois em Sorriso, Mato Grosso, onde ele pretende morar daqui para frente.

A frase postada pela líbero Fabi, no Twitter, resume bem o sentimento geral:

LEIA TAMBÉM

+ EMS/Taubaté fecha com Facundo Conte e Douglas Souza

 

 

 



MaisRecentes

Vaivém: Oposto troca Sada/Cruzeiro por Ribeirão



Continue Lendo

Vaivém: Sesc confirma “substitutas” de Fabi



Continue Lendo

Vaivém: Leal, Solé, Grebennikov e Bartsch de casa nova



Continue Lendo