Vaivém: Itapetininga anuncia experiente cubano



Mais um estrangeiro desembarcará no Brasil para a disputa da Superliga 2018/2019. Trata-se do oposto Michael Sanchez Bozhulev, nascido na Ucrânia, mas com nacionalidade cubana, reforço anunciado pelo Vôlei UM Itapetininga.

Aos 32 anos, o jogador de 2,06m tem no currículo passagens pelos quatro cantos do mundo. Antes do Arkas Izmir, da Turquia, Sanchez passou por Coreia do Sul, Rússia, Qatar, Argentina… Além disso, defendeu a seleção de Cuba. Em 2007, por exemplo, ele disputou os Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro, terminando com a medalha de bronze.

Segundo a diretoria do clube paulista, Sanchez chegará para disputar a competição nacional. Atualmente Itapetininga joga o Estadual.

Sanchez, o novo reforço de Itapetininga (Divulgação)

Já tive a oportunidade de ver Sanchez in loco, em um Mundial de Clubes em Belo Horizonte, em 2014. Na ocasião, o Al-Rayyan, do Qatar, montou um timaço com vários craques internacionais (o cubano Simon, o brasileiro Rapha). Certamente dará um peso de bola para o ataque do Itapetininga, uma das caras novas da próxima Superliga. Gosta de jogar com bolas altas, é um jogador vibrante e o currículo comprova a rodagem internacional.

O cubano detém o recorde mundial de mais pontos em apenas um set (31 pontos), na passagem pela Coreia do Sul, em uma parcial terminada em 56 a 54.

LEIA TAMBÉM

+ É bom ficar de olho na Itália no Mundial feminino



MaisRecentes

Giovane encaminha manutenção do vôlei carioca na Superliga



Continue Lendo

Basta! Nada justifica ameaças de morte



Continue Lendo

As duas formas de ver o novo Sesi



Continue Lendo