Vaivém: Hooker confirmada em Osasco



A americana Destinee Hooker está de volta ao time de Osasco.

A contratação foi confirmada, na madrugada desta sexta-feira, pela empresa responsável pela carreira da oposto (a mesma da russa Kosheleva, reforço do Sesc).

Certamente é uma notícia que fará o torcedor de Osasco festejar muito. Para quem um mês atrás lamentava a saída da Nestlé e não tinha qualquer indicação da continuidade do projeto, ver o retorno de uma estrangeira renomada deve ser motivo até para soltar fogos ou estourar champanhe mais tarde.

Exageros linguísticos do parágrafo acima à parte, a torcida de Osasco vê em Hooker a possibilidade de seguir entre os principais times do país na Superliga 2018/2019. Algo relevante para quem entrou depois no mercado e viu rivais se reforçarem bastante.

A oposto faz parte da conquista da Superliga 2011/2012, na época com o time chamado Sollys. Tem idolatria, carisma, crédito com o torcedor e também o dever de assumir o protagonismo neste retorno.

Saudável fisicamente, Hooker ainda é capaz de fazer a diferença.

Hooker em ação pelo Minas, time defendido nas últimas duas Superligas (Alexandre Loureiro)

Uma bola dentro de Luizomar de Moura na montagem do elenco.

Na próxima semana, o pacotão de novidades de Osasco deverá ser confirmado oficialmente. Ele inclui patrocinadores, novo nome do time, identidade visual, além das renovações (Mari Paraíba, Camila Brait, Lorenne, Carol) e dos reforços.

LEIA TAMBÉM

+ Brasil não toma conhecimento das dominicanas



MaisRecentes

Coluna: O Brasil queria receber os Pré-Olímpicos de vôlei. Mas…



Continue Lendo

Coluna: Minas e um dia histórico para o vôlei nacional



Continue Lendo

O tremendo desafio de Minas e Dentil/Praia Clube no Mundial



Continue Lendo