Vaivém: Fim da linha para o Vôlei Futuro?



A notícia que ninguém em Araçatuba gostaria de ouvir ganha força nos bastidores do vôlei.

Há a possibilidade de o time do Vôlei Futuro, vice-campeão no masculino e terceiro no feminino, fechar as portas.

Pessoas ouvidas pelo blog não escondem a surpresa e o choque. Ainda não entendem como um projeto elogiável e vitorioso, que transformou Araçatuba em uma das capitais do vôlei, pode estar tão abalado.

O mercado, que normalmente já é quente após o fim da Superliga, já sabe dos rumores e ferveu.

Alguns atletas, inclusive, já tem novo destino definido. O líbero Mário Júnior,  por exemplo, vai reforçar o RJX de Marcelo Fronckowiak. Já Verê, que atua na mesma posição, está indo para o Sesi. Outros já pensam nas sondagens e propostas recebidas dias atrás com muito mais carinho.

É esperar por uma posição oficial do Vôlei Futuro. E torcer para ser menos pessimista do que prevê o mercado.



MaisRecentes

Em dia de justa homenagem por ouro em Pequim, Brasil perde a quarta seguida



Continue Lendo

Coluna: Uma semana estranha para o vôlei brasileiro



Continue Lendo

São Bernardo desiste do Paulista. Alerta ligado na Superliga



Continue Lendo