Vaivém: Da Polônia para a Turquia



O ponta Mauricio Borges não vai mais defender o Jastrzebski Wegiel, da Polônia, como noticiado pelo blog em maio. O ponta jogará na temporada 2015/2016 pelo Arkas Izmir, da Turquia.

O brasileiro foi um dos atingidos pela crise financeira do time polonês, causando a reviravolta. Com a perda de 60% do valor do patrocínio, o  Jastrzebski, que tinha intenção de brigar por título, abriu mão de jogadores já acertados, fazendo acordos amigáveis para rescisão, e terá uma base formada por atletas mais novos. O oposto italiano Lasko, por exemplo, acabou se transferindo para o vôlei da China. O ponta alemão Kaliberda foi para o Perugia (ITA). Até o técnico Piazza partiu para a Grécia.

Na Turquia, Mauricio terá o oposto francês Rouzier, substituto do canadense Gavin Schmitt, como companheiro de time.



  • Marcelo

    Esse não tem sorte, ano passado foi o Fakel que não tinha dinheiro para banca-lo.

  • Rômulo

    Sair do Brasil e de cara já jogar uma Champions League em time campeão nacional. Sorte pro Maurício! Tomara que evolua jogando na Europa e que consiga mostrar esse potencial que o Bernardo vê nele.

  • Ciro Andy

    Quando começar a temporada e ele começar a jogar, já já ele volta a ficar sem clube. O pior ponteiro q o Brasil tem em atividade.

  • Billy

    Vá e NÃO VOLTE MAIS.Não fará a mínima falta na Superliga e nem na Seleção Brasileira.Jogador fora de forma e horroroso…

  • Luciano

    Bom sempre achei o voleibol dele muito inferior. E nunca me convenci dele na seleção.

  • Leo

    Daniel, alguma novidade sobre o time de Maringá e Canoas?

  • Edu

    A Polônia era o alegado Xanadú dos atletas que estreitaram mercado tanto internamente como os que jogam no exterior.A crise econômica mundial repercute impiedosamente em amplitude nos diversos mercados internacionais como o RC Cannes de nove títulos consecutivos no campeonato francês e provocando uma não renovação ( um eufemismo para dispensa) de sete jogadoras importantes do elenco.Andreia Laurence quando encerrou seu compromisso com o Rexona anunciou que tinha proposta da Polônia e acabou se conformando em integrar o Sesi na fase de atrasos de recursos de convênios federais que só abriu uma fresta em seu orçamento para acomodar as exigências contratuais da Jaqueline.Provavelmente pesou na decisão a distancia do filho e do marido na hipótese da opção internacional.O Omichka que jogou a CL na terceira vaga da liga Russa no feminino caiu na primeira fase e passou voando de escorregão pela CEV Cup tomando uma inversão de placar e mando do Galatasaray. Consequência, implodiu a crise perdendo o treinador e as jogadoras mais relevantes deixam o clube pela ausência de perspectiva.Na temporada passada teve a contratação da Mihajlovic bloqueada depois de acordada contratualmente por falta de recursos financeiros para honrar o combinado.O mercado turco também tem sofrido os efeitos com a vinda de jogadoras mais jovens e não tão renomadas e a dificuldade do pais em se enquadrar no cenário econômico para reivindicar a entrada na zona financeira da comunidade europeia.Agora, recentemente, uma jogadora do Brasilia, ex medalhista olímpica que teve duas temporadas apenas regulares alegava, sempre que questionada sobre seu futuro profissional, que iria para a Polônia se a perspectiva de jogar por aqui não ocorresse .Aguardou ate o ultimo dia vigência de seu contrato para um acordo com o Brasilia que não sinalizou em nenhum momento que queria sua renovação para a próxima temporada.Mesmo presenciando que o patrocinador principal , uma sociedade de economia mista, deixou de bancar o time e a Leila e a Ricarda firmaram postura publica de não misturar os recursos públicos com interesses privados.Já que agora exercem o cargo de Secretaria de Esportes e Chefe de Gabinete, respectivamente.Passada essa semana e já oficialmente descontratada o alega que não quer mais enfrentar o inverno tanto da Russia como da Polônia para continuar a jogar voleibol.Nessa justificativa, o inverno e seus rigores e as alterações climáticas, despedaçaram infelizmente a esperança que pairava no gélido ar.Vamos aguardar a mudança de estação e das tensões emotivas.

  • douglas

    Quando se trata da versão masculina de Natália (Mauricio eterna promessa pra 2224 ) tem q espera a Superliga começa pra confirma qualquer coisa com relação a ele ,pois quando ia joga a primeira vez no Sesi saiu da equipe para o Minas com a justificativa d queria ser titular ,no Fakel e agora nesse time aí assina depois diz assina.

  • jp

    Depois falam o vôlei brasileiro ta quebrado. A quebradeira esta geral.

  • Felipe

    Azarado, vai acabar ficando no Brasil mesmo.

  • leo

    entrem,theworldvoleibol.blogspot.com

  • Robert

    Gosto dele, mas é um jogador muito irregular. No primeiro título do Sada na superliga ele jogou muito bem e depois não conseguiu manter a regularidade. Fez grandes jogos na copa dos campeões onde o brasil conseguiu o título mas seu peso atrapalha nitidamente, espero que essa temporada fora faça bem a ele alias já espero que no Pan ele seja protagonista e consiga a confiança necessária pra voltar a atuar bem e ajudar a seleção pois talento ele tem.

  • Billy

    Neste momento,acabei de assistir Rússia versus Eua.Como o time russo está mal nessa liga 2015.E o que é aquele GIRAFÃO MAGRICELO da Rússia!??(o número 4-Volvich)Só tem tamanho(2.14m).Além de ser PAVOROSO com aquele nariz medonho dele.Está prá nascer ainda um jogador(a) com um nariz mais feio do que aquele…(será possível!??)E o Nalbert nos comentários…como ele é repetitivo.Somente em um set ele repetiu o mesmo ponto de vista do estilo de jogo da Rússia TRÊS vezes(como se ele fosse um ótimo técnico ou coisa assim)Foi um ótimo jogador,mas como comentarista ainda deixa muito a desejar.Tomara que melhore…

  • Billy

    Assisti Servia versus Itália e ri muito quando o Zaitsev(jogador italiano que se acha lindo com aquele cabelinho¨ridículo de ¨mamãe quero ser gay¨)tentou atacar uma bola e a bola do seu ataque foi bloqueada e voltou com tudo no seu topete desalinhando o seu ¨lindo cabelinho¨.Ele deveria tentar jogar melhor ao invés de todo campeonato aparecer com um corte de cabelo ridículo(diferente).E o Lanza não tem 1.98m como dizem nas transmissões(ele aparenta ter no máximo 1.94m…isso é nítido).Enfim…se a Itália não trocar aquele técnico medíocre(o Mauro Berruto)não conseguirá alçar vôos maiores.E tem também aquele levantadorzinho que se acha a última bolacha do pacote…a TRAVECA(quer dizer…Travica).Enfim,não simpatizo com essa Itália(sempre desgostei desses jogadores atuais).Na década de 90 sim…o time era outro,totalmente diferente e melhor.Eu admirava muito o Zorzi principalmente(completo e jogava demais).

    • Kleber Alves

      Não acho que a Itália tenha muito material humano pra fazer boas competições tanto no masculino quanto no feminino.

      Boa sorte ao Maurício.

  • Edu

    Zaytsev infelizmente esta pagando o pato da falta de melhores talentos natos no voleibol italiano masculino.Começou como levantador (na trajetória do pai, provavelmente um dos três maiores da história do voleibol do seculo XX) depois se deslocou para ponteiro para aproveitar sua vitalidade física e depois deslocado como oposto , onde se deu melhor.Agora retorna a seleção como ponta novamente para abrir maior possibilidades estratégicas.É um excelente jogador, sem ser fenomenal como foi o pai, que infelizmente anda convivendo com intensos problemas fisícos vide a imensa joelheira na perna esquerda.Foi contratado a peso de ouro pelo Dinâmo Moscou na temporada passada e sofreu lesão de tornozelo de inicio.Ficou quase três meses tratando e o restante dos três de contrato foi colocado na reserva pelo Marichev, técnico da seleção feminina russa e então do Dinâmo Moscou.Atuou profissionalmente e não vestiu a pecha de indignado por ter um alto contrato e assistindo o jogo do banco.Parece ser um sujeito super boa praça com os companheiros fora do contexto de estrela e verdadeiramente poliglota.Já vi conceder entrevistas num bom inglês,naturalmente em italiano e em russo ( com um discreto sotaque italiano na origem).A Itália também tem se utilizado de outro descendente emigrado de uma grande geração russa de atletas no Antonov.

  • Alex Lima

    Fala pro Zaytsev se naturalizar Russo… Qem sabe ganhe… Opa.. Pera… Não!!! A Rússia te não vai muito bem das pernas.

  • Alex Lima

    A Russia esta parecida com a seleção brasileiro do ouro olímpico de 92. Ganhou o ouro e depois despencou geral!! Seria salto alto ou atritos internos???

MaisRecentes

Um líder por pontos ganhos. Outro por pontos perdidos



Continue Lendo

Camponesa/Minas quebra longa invencibilidade em Osasco



Continue Lendo

Placar RedeTV!: Futebol 2 x 0 Vôlei



Continue Lendo