Vaivém: Cubano chega. Canadense ainda pode vir. E mais novidades no Funvic/Taubaté



A Superliga já começou, mas o vaivém do mercado ainda está agitado no Funvic/Taubaté.

Em contato com Ricardo Navajas, gestor do projeto, confirmei algumas informações sobre novidades no time:

Salta pouco o gringo? (Reprodução Twitter)

Salta pouco o gringo Gavin Schmitt? (Reprodução Twitter)

  • O oposto Yadier Sanchez já está treinando com o grupo. Ele, que estava na Argentina, busca agora recuperar a forma física para ficar à disposição de Cezar Douglas. Segundo Navajas ele deve precisar de duas a três semanas para estar bem para atuar.
  • A chegada do cubano não quer dizer que o canadense Gavin Schmitt está fora dos planos. O oposto, anunciado em abril com o status de um dos astros do time após fazer ótima temporada na Turquia, depende da liberação dos médicos do país, já que se recupera de uma fratura por stress na canela direita. Navajas espera por uma resposta canadense para receber o jogador em dezembro. Perguntei sobre a questão financeira, já que o contrato foi assinado antes da alta do dólar e Ricardo me respondeu não existir qualquer problema. Como já escrevi anteriormente, o reforço do canadense (caso chegue em boas condições físicas) pode colocar Taubaté em um patamar ainda mais alto para brigar pelo título da temporada. É um jogador diferenciado, que desequilibra no ataque e tem provado tal nível em competições internacionais.
  • Com os problemas físicos dos centrais Otávio e Riad (este último recém-operado), o Taubaté acertou com Lucão (não é aquele), de 2,08m, que passou por Sada/Cruzeiro, UFJF, além de times da Grécia e Espanha. Seu último clube foi a UPCN, da Argentina, vindo assim sem pontuação na soma do ranking da CBV. Ele já está treinando e vive situação semelhante à de Sanchez: precisa de tempo para entrar em forma.
  • Por fim, o dirigente confirmou ainda que pode contratar um outro central, já que Riad dificilmente será utilizado na temporada.

Vale citar aqui qual seria o teórico time-base de Taubaté na montagem do elenco, que o colocava no patamar do Sada/Cruzeiro e do Sesi. Rapha (está lesionado), Gavin (não se apresentou por lesão), Lipe (será operado no sábado), Lucarelli, Riad (foi operado antes de a temporada começar), Otávio (outro lesionado) e Felipe. Ou seja: sobraram um ponta e um líbero em condições de jogo para o início na Superliga. E olha que o time conseguiu vencer o Paulista!



  • Marcos Antonio

    Boa noite. No site do Taubaté Vôlei há a informação da presença do central cubano Mesa. Porque ele não se apresentou até agora? E porque não se fala mais nele? Abraços.

    • Daniel Bortoletto

      Ele só terá condições de jogo em 2016

  • Jorge

    O ranking é tão ridículo que até a grande mídia não sabe como ele funciona, esses dias Lucas Loh (1) e Fofinha (2) fizeram uma matéria totalmente equivocada ao dizer que os atletas repatriados valem zero no ranking, essa bonificação não existe a pelo menos duas temporadas no feminino e a uma no masculino, o tal Lucão vem zerado porque vale 1 e tem a subtração de 2 pontos por estar vindo do exterior, se fosse um jogador com um pontuação maior não valeria zero.

  • Edu

    Modestamente havia repassado a situação do Gavin num dos comentários de inicio de semana.Revelando inclusive que ele aceitava receber em real fixo o resto do contrato de três meses.Outras noticias adicionais muito bem apuradas pelo nosso solerte Daniel.Somente outra indagação permanece no ar porque “contrataram” (entre aspas) um outro cubano ,Ysbel Mesa, se ele ainda tem mais um ano a cumprir em relação a desvinculação completa com a Federação Cubana de Voleibol e seu consequente salvo conduto estando inapto a jogar competições oficiais regidas pela regras da FIVB..Outra coisa que permito discordar respeitosamente do Daniel e que no pretenso time do Taubaté, sem a magnitude das lesões , seria, na minha opinião, na comparação atleta por atleta superior ao atual Sesi dessa temporada.Sim é impressionante como um time atingido por tantas lesões venceu o Paulista.Com boas participações do suplentes Japa, e um novato ponteiro de 22 anos que não lembro o nome e o Leozão dando conta do recado jogando com muita sabedoria e serenidade no ataque.

  • Edu

    Fui consultar a página do Taubaté e o nome do ponta que ajudou a segurar as pontas da vitória do Paulista foi o Ricardo Jr. Ele tem 24 anos de idade e jogava no Maringá.

  • Alan Gabriel Fernand

    Conseguiu vencer o Paulista e, se Deus quiser, vai ser só isso.

  • Billy

    Quando o Taubaté estiver com todos os jogadores lesionados em plena forma física e técnica, será um adversário realmente indigesto para todos os times(inclusive pro Sada Cruzeiro).Torço por eles…

  • Billy

    Taubaté promete…

MaisRecentes

Joelho afastará Gabi das quadras



Continue Lendo

As primeiras transmissões da Superliga na TV



Continue Lendo

Vaivém: Thaisa jogará a Superliga



Continue Lendo