Vaivém: Como estão os times femininos no momento



Com a poeira baixando após dois dias bem agitados no mercado, fica mais fácil começar a esboçar os principais times femininos para a temporada 2011/2012.

Unilever: tem o time quase montado, com Sheilla, Natália, Mari, Juciely, Valeskinha e Fabi como titulares. Falta a levantadora. Bernardinho admitiu em Saquarema ter conversado com a esposa Fernanda Venturini. Mas uma surpresa do exterior não é descartada.  Força ofensiva espetacular, de dar inveja a qualquer time ou seleção do mundo. Ainda terá Regiane no banco como opção.

Sesi: outro time bem encaminhado na montagem. Sua força será o meio-de-rede, com Fabiana e Walewska, titulares na conquista do ouro olímpico em 2008. É um estilo que agrada ao técnico Talmo. Terá ainda Dani Lins, Jaqueline, a líbero Michele e a central Natália. A oficialização da oposto Elisangela pode acontecer nos próximos dias, assim como Érika, que também é cotada pelo Sollys/Osasco.

Sollys/Osasco: perdeu peças importantes e terá de recorrer ao mercado internacional para não ficar muito atrás dos rivais. Pelo orçamento, é possível esperar a reposição de Natália à altura. Manteve as selecionáveis Adenízia, Thaisa e Camila Brait, apostou em Fabíola para substituir Carol e Ana Tiemi, além de fechar com Ju Costa, Ivna e Karine, outras três ex-Pinheiros/Mackenzie. Do Vôlei Futuro chega Tandara, que prefiro atuando como oposto.

Vôlei Futuro: outro time que passa por momento de reconstrução. Caso oficialize a contratação de Logan Tom, acertará o principal problema do último ano: o passe. Fernanda Garay volta ao país após temporada no Japão. Ana Cristina renovou o contrato, mas a negociação com Fofão ainda existe. Depois, precisa se preocupar com a reposição de Fabiana, para ter espinha dorsal forte com Paula Pequeno e Sykora, que ainda precisa ser reavaliada.

Usiminas/Minas: de mansinho, buscou jogadoras que se destacaram na última Superliga e pode subir de patamar se acertar com Fofão. As cubanas são acima da média e a manutenção da central Natasha foi outro acerto. Hoje, é a quinta força, mas com potencial para tentar surpreender.



MaisRecentes

São Bernardo desiste do Paulista. Alerta ligado na Superliga



Continue Lendo

Brasil leva virada dos Estados Unidos em terceiro amistoso



Continue Lendo

Vaivém: Fronckowiak anunciado por clube polonês



Continue Lendo