Vaivém: Claudinha chega com moral ao Osasco/Audax



O título do Dentil/Praia Clube na última Superliga foi um divisor de águas na carreira de Claudinha. Destaque na decisão contra o Sesc, a jogadora de 30 anos espera manter a boa fase agora no Osasco/Audax.

Ela é o terceiro reforço anunciado pelo time de Osasco, que contratou a oposta Hooker, a central Walewska e renovou com as líberos Camila Brait e Kika, a levantadora Carol Albuquerque, a ponteira Mari Paraíba, a central Nati Martins e a oposto Lorenne.

– Esse título foi muito importante para minha carreira. E é assim que chego em Osasco, querendo fazer história, sempre com muito trabalho. Quando soube da possibilidade de jogar no tradicional clube osasquense, fiquei muito feliz. É um time de muito respeito no voleibol e marca sua história a cada temporada.

A levantadora está animada com a montagem do elenco do novo time.

Claudinha chega empolgada ao projeto de Osasco (Divulgação)

– Conheço quase todas as meninas, e já joguei com Mari, Camila, Nati, Carol, Lorene agora na Seleção. Tenho certeza que faremos um grupo muito forte para encarar todos os desafios e alegrias juntas.

Depois de participar do Mundial Militar, Claudinha treina com a Seleção para a disputa da Copa Pan-Americana.

– Estou muito feliz em vestir de novo a camisa do Brasil. É um grupo bem jovem e que está buscando seu lugar. A Copa Pan-Americana será um desafio muito importante para nós, e não será fácil, por isso estamos dando nosso melhor a cada dia. Além de ser um campeonato importante para esse momento, ainda garante a vaga para os Jogos Pan-Americanos – comentou Claudinha.

LEIA TAMBÉM

+ Arlene, 48 anos, segue em atividade no Sesi Bauru



MaisRecentes

Seleção do Mundial não premiou destaques da final



Continue Lendo

Título coloca a Sérvia no topo após frustração olímpica



Continue Lendo

Supercopa abre temporada masculina mais imprevisível no Brasil



Continue Lendo