Vaivém: Campanha popular pela volta do Montes Claros



Na semana passada, escrevi no blog sobre o projeto que tenta ressuscitar o time masculino do Montes Claros. Segue o link para quem não leu: http://wp.me/p1b2tr-1p5

Nesta terça, recebi esse texto no Facebook, com uma campanha para que o projeto vire realidade. Confiram:

Um novo projeto está sendo criado para o vôlei de Montes Claros. Porém, diferente do que foi as 3 primeiras temporadas da equipe, a 4ª temporada não será comandada pelo antigo diretor (Victor Felipe Oliveira) e não envolve a participação da Funadem.

Quando a equipe de vôlei de Montes Claros foi lançada em 2009, poucos acreditavam que ela daria certo. Para a admiração da maioria, foi uma das gratas surpresas que a cidade poderia ter. Não foi um time que ganhou todos os títulos que vieram pela frente, mas que fez surgir na população norte-mineira uma torcida apaixonada, que fazia bonito em todos os jogos no CALDEIRÃO. Portanto, esses torcedores sentiram a desesperança quando o time acabou em 2012. Todavia, através de um projeto reestruturado, o Montes Claros Vôlei irá voltar.

Atendendo a todos que sonhavam que um dia o MOC voltasse, a promessa é de que em breve todos possam conhecer o novo “Pequi Atômico”. Apesar de já confirmado, ainda existem alguns pontos a serem acertados pelo diretor (de identidade ainda não revelada) a fim de tornar o projeto ainda melhor. Entre eles estão os seguintes pontos:

– APOIO DA PREFEITURA. De que forma? Reformando o ginásio. Uma exigência mínima da nova direção para que os jogadores possam trabalhar e a torcida assistir aos jogos confortavelmente. Quem frequentou o CALDEIRÃO sabe dos problemas que foram enfrentados com o teto e vestuários. Sendo assim, a prefeitura não entraria com verba apoiando o projeto, como fazia com a antiga equipe, apenas ofereceria condições para que o projeto possa acontecer com as condições apropriadas.

– Outro ponto importante é com relação aos PATROCINADORES. Mesmo com o acordo com o máster, quanto mais apoio o novo time conseguir, mais competitivo ele será, e é aí que a maior força do projeto entra: A TORCIDA. É de extrema importância que os torcedores falem da volta do MOC, divulguem as matérias lançadas na internet, de qualquer site e, se possível, peçam mais patrocínios. Essa é a maior propaganda que o vôlei da cidade pode ter.

Unimed, Minas Brasil, Transnorte, Coteminas, Palimontes, Rede Bretas, Supermercados BH, Alpargatas e tantas outras grandes empresas da cidade têm nas mãos a oportunidade de serem parceiras desse novo projeto do Montes Claros Vôlei, que promete mais seriedade do que o anterior.

Mais do que nunca a torcida precisa expor o desejo de retorno do Pequi Atômico, como vem fazendo principalmente nas redes sociais. Como exemplo, a Orkutorcida começou uma campanha há alguns dias expondo uma foto com o ginásio chegio e a hashtag “#VoltaMOC”. Em pouco tempo foram mais de 1.000 compartilhamentos de torcedores, técnicos e jogadores apoiando a volta de Montes Claros ao vôlei brasileiro.



MaisRecentes

São Bernardo desiste do Paulista. Alerta ligado na Superliga



Continue Lendo

Brasil leva virada dos Estados Unidos em terceiro amistoso



Continue Lendo

Vaivém: Fronckowiak anunciado por clube polonês



Continue Lendo