Vaivém: Bauru fecha com Arlene, 46 anos



O tempo parece ser um detalhe para a líbero Arlene.

Aos 46 anos, a jogadora foi anunciada ontem como reforço do Concilig/Bauru para a temporada 2016/2017.

São raríssimos os casos de longevidade no vôlei com esta idade. Por mais que a posição de líbero permita que atletas estendam a carreira (Escadinha, aos 40, está prestes a disputar mais uma Olimpíada), chama muito a atenção o caso de Arlene.

Arlene na passagem pelo Minas (Divulgação)

Arlene na passagem pelo Minas (Divulgação)

Há alguns anos, em Belo Horizonte, conversei com Arlene sobre tal situação. Ela sempre fez questão de dizer que não precisava de trabalho diferenciado nos treinos. Seguia exatamente a rotina das companheiras e era uma privilegiada por ter tido poucas lesões durante mais de 25 anos de profissão. Sobre aposentadora, ela foi taxativa: enquanto estiver feliz vai seguir jogando. E dá para ver que ela cumpriu a palavra.

A jogadora, na atual temporada, defendeu o Cascavel (PR) pela Superliga B. Inclusive foi a primeira vez na carreira que ela, que começou como meio de rede, não participou da principal competição do país desde a criação, no início da década de 90.

– Não vejo a hora de treinar e disputar jogos por Bauru, pois estou muito motivada em participar de um projeto tão sério como esse. Posso garantir que alegria e vontade da minha parte nunca vão faltar – disse a líbero, que disputou a Olimpíada de Atenas-2004.

Além de Arlene, o Bauru já confirmou a renovação de contrato com a oposto Bruna Honório e a central Carol. A ponta Mari Cassemiro e a levantadora Lyara tinham contratos mais longos e também segue no time comandado por Marcos Kwiek.

 



MaisRecentes

Esperava um jogo tecnicamente melhor no Mineirinho



Continue Lendo

Reflexão sobre o momento da Seleção é necessária



Continue Lendo

O novo capítulo de uma relação conturbada entre Brait e Zé Roberto



Continue Lendo