Vaivém: As sérvias do Vôlei Nestlé



Pessoal, bom dia. Escrevi no Twitter ontem, mas não tive tempo de atualizar o blog com a oficialização das duas contratações sérvias do Vôlei Nestlé para a temporada 2016/2017: a ponta Tijana Malesevic, de 25 anos, e a oposto Ana Bjelica, 24.

As duas jogadoras estão na lista de inscritas do Grand Prix. Malesevic, 1,85m e ex-Novara (ITA), é quem teve mais oportunidades de atuar na primeira fase, na qual a seleção sérvia ficou em sexto lugar no geral, não obtendo classificação para a fase final na Tailândia. Reserva em boa parte do GP, Malesevic marcou 33 pontos, ficando na 79ª posição, com 19 pontos de ataque, sete de bloqueio e sete de saque. Deste total, 11 foram na vitória sobre o Brasil por 3 a 2. No principal fundamento, porém, a sérvia aparece bem melhor: 17ª colocada no passe, com 33.53% de acerto. Certamente recepção e volume de jogo pesaram para a escolha de Luizomar de Moura.

A ponta Malesevic (Divulgação)

A ponta Malesevic (Divulgação)

– Estou bastante feliz. Escutei muitas coisas legais sobre o clube de Osasco e estou muito empolgada por fazer parte dele. Vou dar o meu melhor para conseguirmos grandes resultados para a equipe e torcedores – disse Malesevic.

Bjelica, por sua vez, tem uma concorrência maior na seleção da Sérvia e perdeu espaço nos últimos anos. Presente na conquista do terceiro lugar no Europeu de 2015, na prata da Copa do Mundo de 2015 e nas medalhas de bronze nos Grand Prix de 2011 e 2013, a oposto está atrás hoje de Boskovic e Brakocevic na posição.

Na temporada passada, ela, que tem 1,90m, defendeu o Salihli Belediyespor, longe de ser uma potência no Campeonato Turco.

A oposto Bjelica, reforço do Vôlei Nestlé (Divulgação)

A oposto Bjelica, reforço do Vôlei Nestlé (Divulgação)

– Estou alegre com a oportunidade de jogar pelo Vôlei Nestlé na próxima temporada. Fico honrada por fazer parte desta equipe tão vitoriosa no Brasil. Vou trabalhar duro e jogar com muita paixão para deixá-los orgulhosos. Espero conquistar bons resultados para o clube – disse.

Para o torcedor de Osasco, será preciso esperar a chegada da dupla e dar tempo para adaptação, algo sempre importante para europeias que desembarcam por aqui. Em tese, Malesevic está num patamar acima de Bjelica no momento.



MaisRecentes

São Bernardo desiste do Paulista. Alerta ligado na Superliga



Continue Lendo

Brasil leva virada dos Estados Unidos em terceiro amistoso



Continue Lendo

Vaivém: Fronckowiak anunciado por clube polonês



Continue Lendo