UPCN calou Belo Horizonte



A vaga sul-americana no Mundial de Clubes masculino ficou com a UPCN.

Com uma atuação irretocável, a equipe argentina derrotou o Vivo/Minas, em BH, por 3 a 0 (30-28, 25-17 e 30-28).

Fiquei impressionado com a frieza da UPCN em momentos decisivos da final, como os eletrizantes finais do primeiro e terceiro sets. Os pontas Olteanu (romeno bom de bola) e Bengolea tiveram um aproveitamento altíssimo. O oposto brasileiro Evandro (olha aí um nome que estava esquecido e pode ser um ótimo reforço para a próxima Superliga!) também teve uma atuação muito boa.

Já os mineiros, que perderam o líbero Lukinha e precisaram improvisar Lucas Loh na função, não conseguiram tomar as rédeas do jogo. Filip não estava inspirado, Lucarelli parou no bloqueio em momentos decisivos e o saque não fez muito estrago na recepção dos hermanos.

E assim o Sul-Americano, desenhado para uma final brasileira, terminou com o merecido título da UPCN.

Nos próximos dias, transferências importantes serão confirmadas, já que agora os atletas ficarão sem contrato. Aguardem!



MaisRecentes

Dinheiro chinês desequilibra a VNL



Continue Lendo

Coluna: O nível europeu está altíssimo



Continue Lendo

Coluna: Sinal de alerta com a base



Continue Lendo