Unilever negocia com Gol espaço no uniforme do time



Notícia divulgada no Máquina do Esporte, site especializada em negócios, do amigo Erich Beting.  A Unilever pode ter a marca da Gol em seu uniforme na temporada 2011/2012. Vejam a íntegra da reportagem:

A companhia aérea possui um acordo com a Confederação Brasileira de Vôlei desde o fim de 2009. Pelo contrato, a empresa venderia à CBV 18 passagens aéreas por equipe a cada rodada da Superliga. A entidade revenderia os tíquetes para os clubes, com desconto fornecido pela Gol, que paga a taxa de R$ 10 mil de cada time para participar da temporada.
 
Apesar do patrocínio da empresa à competição, nenhuma equipe é forçada a usar os benefícios cedidos pela companhia aérea. Quem o faz, no entanto, tem que negociar diretamente com a empresa porque ela exige exposição no uniforme dos beneficiados.
 
Unilever era uma das equipes que não usava o benefício e, assim, mantinha o seu uniforme com destaque para o próprio grupo. Para a temporada seguinte, o cenário pode ser diferente. A cúpula do clube tem negociado com a Gol e deve passar a usar as passagens da companhia, com os seus devidos descontos.
 
No vôlei, o grande investimento da Gol está no Vôlei Futuro, mas não com a marca da companhia. A equipe de Araçatuba tem como um dos seus principais patrocinadores o grupo Reunidas, que faz parte da Gol Linhas Aéreas. Já a Unilever tem usado o uniforme do clube para acionar algumas de suas marcas. Neste ano, a líbero da seleção brasileira e da equipe, a Fabi, foi escolhida para prestar uma homenagem aos 80 do grupo. Ela usou 13 camisas distintas durante a temporada, cada uma com uma marca diferente, entre Ades, Dove, Omo e Rexona, por exemplo.



MaisRecentes

Vaivém: Renan acerta volta para a Itália



Continue Lendo

Vaivém: Argentina marca golaço ao acertar com Marcelo Mendez



Continue Lendo

Vaivém: Kim, Boskovic e Larson no mesmo time



Continue Lendo